Any Gabrielly, do Now United, deve receber R$ 70 mil de indenização do Twitter; entenda

0
79


Cantora abriu um processo para descobrir quem são os usuários que estavam fazendo ameaças e ofensas racistas por meio da rede social

Reprodução/Instagram/anygabriellyofficialAny Gabrielly faz parte do grupo teen internacional Now United

A cantora Any Gabrielly, que integra a banda internacional Now United, abriu um processo contra o Twitter e deve receber uma indenização de aproximadamente R$ 70 mil. Segundo divulgado pela assessoria de imprensa da artista, tudo começou em junho, quando ela “abriu um boletim de ocorrência contra algumas contas do Twitter por receber ameaça e mensagens de cunho racista e de difamação”. Em julho, a cantora decidiu entrar com um processo para descobrir quem estava por trás dos perfis que fizeram as ofensas. Bruno Gallucci, advogado de Any Gabrielly, afirmou que sua cliente conseguiu uma liminar que obrigava o Twitter a fornecer os dados necessários para identificar os usuários em questão, mas a rede social se negou a ceder os dados e o juiz impôs uma multa diária de R$ 1 mil pelo descumprimento da ordem.

Já se passaram 66 dias da determinação judicial e os dados ainda não foram fornecidos. “O Twitter simplesmente ignorou uma decisão judicial por mais de dois meses e agora deve ser penalizado”, declarou o advogado. Procurado pela Jovem Pan, Bruno explicou que “essas informações são essenciais para que a cantora consiga descobrir quem são os usuários que a ofenderam para denunciá-los e, posteriormente, ingressar com ações indenizatórias”. O profissional também afirmou que, além dos crimes de injúria e difamação previstos no código penal, “os agressores poderão ser responsabilizados na esfera civil”. Any Gabrielly não quis comentar os detalhes do processo, mas ressaltou, por meio da sua assessoria, que “sempre lutou para que a internet seja um ambiente mais saudável e respeitoso, e continuará fazendo isso”.





Fonte: Jovem Pan