Antonia Fontenelle chama Juliette de ‘covarde e irresponsável’ após ser acusada de xenofobia

0
12


Influenciadora foi às redes, criticou a postura da campeã do ‘Big Brother Brasil 21’, rebatendo suas acusações

Imagem: Reprodução/Instagram @ladyfontenelle

A influenciadora Antonia Fontenelle sse manifestou após ter sido acussada de xenofobia por usar o termo “paraíba” para criticar o DJ Ivis, que foi filmado agredindo sua companheira. Nas redes sociais, Fontenelle publicou um vídeo no qual nega ter sido xenófoba e ataca Juliette Freire, campeã do ‘BBB 21’, que criticou as declarações da influenciadora. “Você foi covarde na sua atitude, Juliette, covarde e irresponsável em me acusar de um crime tão grave como xenofobia”, disse Fontenelle em vídeo. Além disso, a influenciadora também afirmou que esperava uma atitude diferente de Juliette diante do caso. “O certo, como mulher, se você fizesse jus à oportunidade que Deus te deu, de ter mais de 30 milhões de pessoas te seguindo, é que você viesse como mulher execrar a atitude desse macho escroto e agressor de mulher. Mas não, o que você fez? Você se juntou com essa gente que te elegeu, que faz um desserviço na internet e lhe é conveniente, e veio atacar uma outra mulher com palavras disfarçadas”, continuou Fontenelle, que também falou que Juliette foi campeã do BBB 21 graças a uma ‘máfia digital’.

Na última segunda-feira, 12, Juliette rebateu uma declaração de Fontenelle na qual a influenciadora disse que “esses paraíbas fazem um pouquinho de sucesso e acham que podem tudo” ao se referir a DJ Ivis. Entretanto, a declaração gerou reações adversas, o que fez com que ela viesse a público dizer que o termo foi usado como “força de expressão”. Para Juliette, a fala de Fontenelle configura um caso de xenofobia, o que fez com que a campeã do reality show se manifestasse sobre o caso. “Não é força de expressão, é xenofobia. Não existe ‘ser Paraíba’ e ‘fazer paraibada’. Existe ser paraibana ou paraibano, o que sou com muito orgulho. Tire seu preconceito do caminho, que vamos passar com a nossa cultura e não vamos tolerar atitudes machistas e xenofóbicas de lugar algum”, disse a paraibana em postagem nas redes sociais.





Fonte: Jovem Pan