Amigos de Taylor Hawkins afirmam que revista tirou frases de contexto em matéria que relatou cansaço de baterista | Pop & Arte

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Os artistas, que deram entrevistas à publicação, afirmaram que seus depoimentos foram tirados de contexto. A reportagem dizia que Taylor estava cansado e preocupado com o ritmo de shows da turnê mais recente do Foo Fighters nos meses antes de sua morte.

Segundo a matéria publicada, Cameron disse que Hawkins contou a ele que teve uma conversa franca com Dave Grohl e que “não podia mais fazer essa merda”. Ainda de acordo com a revista, Cameron completou dizendo que achava que a banda tinha chegado a algum tipo de entendimento, mas que parecia que a turnê tinha ficado ainda mais louca.

Cameron e Hawkins eram amigos de longa data e tocavam juntos no projeto Nighttime Boogie Association.

Quem foi Taylor Hawkins, baterista da banda Foo Fighters

Em uma postagem em seu perfil do Instagram, Cameron escreveu que tinha concordado em dar a entrevista porque pensou que seria uma celebração à vida e trabalho de Hawkins e que suas frases se tornaram uma narrativa que ele não tinha intenção.

“Quando concordei em participar da matéria da Rolling Stone, eu presumi que seria uma celebração de sua vida e trabalho. Minhas falas foram tiradas de contexto e colocadas em uma narrativa que eu nunca tive a intenção. Taylor eram um amigo querido e um artista de alto nível. Eu sinto falta dele. Eu tenho apenas o mais profundo amor e respeito por Taylor, Dave e pelas famílias do Foo Figthers. Eu sinto muito de verdade de ter participado desta entrevista e peço desculpas que minha participação possa ter causado algum mal àqueles por quem eu só tenho o mais profundo respeito e admiração”

Matt Cameron — Foto: Reprodução/Instagram

No trecho do depoimento de Chad, de acordo com a matéria publicada, Hawkins teria contado a ele que tinha desmaiado dentro do avião com a banda e que afirmou para ele que não poderia continuar com aquele ritmo daquela forma.

Na publicação, a fala de Chad aparece desta forma: “Ele apenas disse que estava exausto e desmaiou, e eles tiveram que enchê-lo de intravenosas e várias coisas’, diz seu amigo, o baterista do Red Hot Chili Peppers, Chad Smith. ‘Ele estava desidratado e todo tipo de coisa.’ (Se Hawkins perdeu a consciência no avião, não está claro como ou por que isso aconteceu. Quando perguntado se o Foo Fighters teria algum comentário sobre relatos de que Taylor havia perdido a consciência no avião, um representante disse: “Isso não é verdade.”) incidente, diz Smith, Hawkins disse a ele: ‘Eu não posso mais fazer isso assim.”

Fãs acompanham retirada do corpo de Taylor Hawkins de hotel onde ele morreu, em Bogotá

Fãs acompanham retirada do corpo de Taylor Hawkins de hotel onde ele morreu, em Bogotá

Na postagem em seu perfil do Instagram, o baterista do Red Hot Chili Peppers diz também ter pensado que se tratava de um tributo a Hawkins e que a história escrita foi sensacionalista.

“Taylor foi um dos meus melhores amigos e eu faria qualquer coisa pela sua família. A Rolling Stone para compartilhar algumas memórias do nosso tempo juntos, o que eu pensei que seria um tributo amoroso que ele merece. Em vez disso, a matéria escrita foi sensacionalista e errada, e se eu soubesse eu nunca teria concordado em participar. Eu peço desculpas a sua família e aos amigos músicos por qualquer dor que isso pode ter causado. Sinto a falta de Taylor todos os dias.”

Chad Smith — Foto: Reprodução/Instagram



Fonte: Pop & Arte