Alec Baldwin é processado por pais e irmã de diretora de fotografia morta em 'Rust'


Ator já enfrenta um processo por homicídio culposo pela morte de Halyna Hutchins. A diretora de fotografia morreu em 2021, depois de ser atingida por um disparo acidental Alec Baldwin disse que está cooperando com a polícia
JIM WEBER/THE NEW MEXICAN
Os pais e a irmã Halyna Hutchins, diretora de fotografia morta no set do filme “Rust”, entraram nesta quinta-feira (9) com um novo processo contra Alec Baldwin, ator que efetuou o disparo, e a produção do filme.
A ação alega negligência, agressão e aflição intencional de sofrimento emocional e perda de parceiro.
Halyna morreu em 2021 depois de o ator ter efetuado um disparo de uma das armas durante o ensaio de uma cena do filme. Ele e a responsável pela arma já estão sendo acusados pela promotoria do estado do Novo México por homicídio culposo. A acusação formal foi feita em janeiro.
“Halyna era a luz na vida deles”, afirmou a advogada dos pais e da irmã da diretora, Gloria Allred, em uma coletiva de imprensa. Segundo ela, o processo tem a intenção de “encontrar a verdade e responsabilizar os envolvidos”.
“A perda da minha irmã pelo menos pessoalmente para mim foi uma experiência terrível e é uma das maiores perdas da minha vida”, afirmou a irmã mais nova de Halyna, Svetlana Zemko, em uma chamada de vídeo.
“E mais devastador ainda foi ver o completo sofrimento de nossos pais e como sua saúde piorou de forma aguda.”
Em outubro de 2022, o viúvo de Halyna, Matthew Hutchins, fez um acordo com a produção do filme. Segundo o comunicado da época, ele passou a ser produtor executivo do filme e deve receber parte dos lucros.
Halyna Hutchins: quem era diretora morta por Alec Baldwin em set
Baldwin e a armeira do filme, Hannah Gutierrez-Reed, foram indiciados por duas acusações de homicídio culposo pela morte de Hutchins. Eles devem fazer sua primeira aparição no tribunal virtualmente em 24 de fevereiro.
Os promotores afirmam que Baldwin e Gutierrez-Reed falharam em corrigir violações de segurança imprudentes em seus papéis como produtor e armeira, respectivamente, e que Baldwin tinha o dedo dentro do gatilho e foi puxado – contradizendo suas declarações de que ele nunca puxou o gatilho.
O primeiro assistente de direção do filme, Dave Halls, pessoa que entregou a arma a Baldwin, concordou em se declarar culpado de uso negligente de uma arma letal. A audiência para ele está marcada para o dia 8 de março.
Vídeo com Alec Baldwin na gravação de ‘Rust’ é divulgado
Há ainda outros processos em andamento referente a este caso. A supervisora ​​de roteiro do filme, Mamie Mitchell, que também é representada por Allred, entrou com uma ação civil em novembro de 2021 acusando Baldwin de “jogar roleta russa” ao apontar um revólver Colt .45 para Hutchins.
Em novembro de 2022, Baldwin entrou com uma ação sobre o tiroteio fatal, alegando negligência de vários membros da equipe do filme. A reclamação cruzada seguiu a ação movida por Mitchell.
A armeira Gutierrez-Reed também entrou com uma ação no início do ano passado contra o fornecedor da arma.

Fonte: Pop & Arte