Acampar na frente do hotel, estourar cartão de crédito: fãs contam loucuras para ver Miley Cyrus de perto | Lollapalooza 2022

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Os fãs de Miley Cyrus são os mais empolgados neste sábado (26), segundo dia de festival. A cantora se apresenta às 21h30. Além de quem madrugou na fila, tem fã que estourou cartão de crédito e já acampou na frente do hotel para ver a artista.

É o caso do dentista Igor Giglio, 25 anos, que está na fila do gargarejo para o show.

“Já acampamos na frente do hotel aqui em São Paulo e dormimos na barraca no Anhembi para o show em 2014. Com certeza vale a pena. É só a terceira vez dela no país em 15 anos que sou fã”, conta.

Miley Cyrus no Lollapalooza: o que esperar do show

O primeiro da fila para entrar no Lolla era Lucas Oliveira, 24, que chegou meia noite para garantir lugar na grade. “Estava com amigos cantando Miley no karaokê, passei aqui para ver e não tinha ninguém. Estou com a gastrite atacada sem dormir, mas vale a pena.”

O fiscal de caixa Lucas Beraldo, 21 anos, gastou até o que não tinha para vir do Rio de Janeiro para São Paulo.

“Estourei meus três cartões de crédito e entrei no cheque especial para conseguir vir. E estou faltando no trabalho, só vou descobrir amanhã se fui demitido. Emprego não está fácil, mas arrumo outro”, afirma.

O auxiliar veterinário Tom Toigo, 21 anos, conta que é fã de Mily desde que ela viveu a personagem Hannah Montana na TV. Ele veio de Maceió para o show, o que já considera uma loucura por Miley.

“Gastei todo meu 13 °. Fiz uma live chorando porque é muita emoção. Sou fã há 11 anos e hoje estarei a poucos metros de distância de uma pessoa que admiro não só a musica, mas tudo que ela faz pela parte social.”

A professora de história e atriz Flora Tubiana, 24 anos, chegou às 5h para a fila. Ela conta mais sobre a parte social feita por Miley.

“Ela tem uma fundação que abriga jovens LGBTs. Eu acho que a Miley é uma menina que nasceu rica, loira e de olho azul , mas usa seus privilégios para se responsabilizar por causas”, afirma.

Flora também elogia a parte musical de Miley. “Ela consegue ser original, autêntica e não tem medo de ousar musicalmente. Ela lançou rock quando todo mundo estava investindo em pop”, conta.



Fonte: Pop & Arte