‘A religiosidade mata as pessoas, mas a fé salva’, diz Andressa Urach

0
16


Em entrevista ao Morning Show, a modelo que rompeu laços com a igreja evangélica afirmou que ‘já viu o caráter de Cristo em ateus, homossexuais e praticantes de outras religiões’

Imagem: Reprodução/Instagram @andressaurachoficialAndressa Urach disse, em entrevista ao Morning Show, que encontrou o ‘equilíbrio’ em sua vida

A modelo Andressa Urach revelou que “a mamãe tá on”, em entrevista ao programa Morning Show, da Jovem Pan, ao confirmar a participação na 10ª edição do concurso que a tornou famosa, o Miss Bumbum Brasil. O anuncio de sua presença na competição gerou polêmica nas redes sociais, já que recentemente a artista rompeu com a igreja evangélica que frequentava desde 2014, quando enfrentou um grave quadro de infecção generalizada. “Participar desta edição especial do Miss Bumbum é um presente, serei a garota propaganda do concurso que fui vice-campeã em 2012 e que me lançou à fama. Mesmo participando da competição, não sou a mesma de antes. Considero que vivi três fases na vida: a da antiga Andressa Urach, a da ‘irmã Andressa’ e a nova Urach, quem sou hoje. Estamos mudando e aprendendo a todo momento. Quando resolvi aceitar Jesus, em 2014, havia passado por um trauma muito grande, quase morri. Nestes momentos de desespero, até quem é ateu corre para Deus. Foi uma fase necessária porque eu era doida, mas acabei me tornando uma pessoa religiosa. Agora entendo que a religiosidade mata as pessoas, mas a fé salva”, disse.

Segundo a modelo, não é necessário frequentar instituições específicas para exercer a fé. “O Jesus que eu conheço é diferente de religião. Ele apenas disse: ‘Ama a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo’. Já vi o caráter de Cristo em ateus, homossexuais e praticantes de outras religiões. Já vi também alguns religiosos que falam sobre Deus e não possuem o caráter de Jesus. Estamos nesta terra para evoluir todos os dias. Dentro da igreja, não importava se eu escurecesse o cabelo, cobrisse todo o meu corpo ou usasse pouca maquiagem porque era julgada a todo momento. Então, pensei: ‘Deus, se o Senhor me trouxe para a liberdade, por que vou me prender a uma religião se meu coração está contigo?’ Pronto. Amo Jesus e tenho apenas as obrigações de permanecer ao seu lado e não julgar as pessoas.” Urach decidiu se desprender da religião após enfrentar obstáculos dentro da igreja, no entanto, afirmou que ainda não está preparada para lembrar e compartilhar as “tristes experiências” que viveu na Igreja Universal do Reino de Deus, instituição que frequentava.

Ainda na entrevista desta quarta-feira, 24, Andressa afirmou que “encontrou um equilíbrio” em sua vida. “Aprendi que não vou para o inferno por pintar a unha de preto e usar cílios postiços. Aprendi com meus erros, precisei perdoar e compreender que estar vivo é um privilégio, ganhamos a chance de escrever uma nova história todos os dias ao acordar. Sou livre, minha fé continua inabalável, sigo amando Jesus, mas não estou presa a uma religião. Meu coração está no Senhor e basta. As pessoas terão que aceitar que vou mostrar meu bumbum, ele é lindo.” A modelo comunicou os fãs que participará do concurso através da publicação de uma foto sensual no Instagram, com a legenda “A tattoo, tá ok! A prótese, tá ok! A unha, tá ok! Os cílios, ok! O cabelo, tá ok! O peso, tá ok! O maridão, tá ok! O bumbum, tá ok! Miss Bumbum Brasil 2021, inscrições abertas!.”

Confira a entrevista completa com a modelo Andressa Urach:





Fonte: Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui