UFJF é selecionada e vai sediar uma unidade da Embrapii no campus de Juiz de Fora | Zona da Mata

0
18


A Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) foi selecionada e vai sediar uma unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) no campus de Juiz de Fora. O anúncio foi feito pelo reitor Marcus David nesta quarta-feira (21) durante uma entrevista coletiva.

“Ter uma sede da Embrapii na nossa universidade representa o reconhecimento do grande destaque da UFJF como instituição de ciência e tecnologia, com potencial de levar esse conhecimento ao setor produtivo na forma de inovação”, destacou.

A UFJF terá disponível recursos financeiros não reembolsáveis para investir em projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) em parceria com o setor industrial. O financiamento é proveniente do Ministério da Educação (MEC) e do Programa Rota 2030.

Durante o processo, oito instituições foram contempladas. Na ocasião, cada universidade poderia submeter apenas uma proposta para ser avaliada.

Conforme o reitor da UFJF, foi realizada uma seleção interna para identificar o núcleo de pesquisa mais avançado na instituição para participar do processo. O escolhido foi o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Energia Elétrica (Inerge).

A unidade Embrapii da instituição, que atuará na geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, deverá estar em funcionamento no próximo mês, após a assinatura de um contrato.

O credenciamento é feito inicialmente por 3 anos e pode ser renovado com base nos resultados apresentados. “Estima-se que sejam mobilizados em torno de R$ 6 milhões nesse período“, informou a UFJF.

As empresas interessadas em apresentar parcerias podem enviar um e-mail para [email protected].

UFJF recebe empresa de inovação para trabalhar em parceria com a indústria
UFJF recebe empresa de inovação para trabalhar em parceria com a indústria

UFJF recebe empresa de inovação para trabalhar em parceria com a indústria

A Embrapii é uma organização social qualificada pelo Governo Federal que desde 2013 apoia instituições de pesquisa tecnológica e fomenta a inovação na indústria brasileira.

O credenciamento de novas unidades pretende atrair empresas pelo fomento não reembolsável e pela capacidade de geração de soluções tecnológicas das universidades federais.

A meta das novas unidades é gerar 75 projetos e cerca de R$ 30 milhões de investimentos em inovação em todo o país.

VÍDEOS: veja tudo sobre a Zona da Mata e Campos das Vertentes



Fonte: Fonte: G1