Tentativa de invasão usando fio instiga medo na população sul-coreana

Embora a Coreia do Sul seja considerada um país seguro, é importante manter-se vigilante e cauteloso. Ainda que ele tenha uma das taxas de criminalidade mais baixas do mundo, incidentes isolados podem ocorrer.

Um acontecimento alarmante ocorreu apenas alguns anos atrás, quando um homem perseguiu uma garota até sua casa e tentou invadir o local.

Felizmente, sua tentativa foi frustrada, pois a garota conseguiu fechar a porta a tempo. Esses eventos destacam a importância de estar atento ao seu redor e tomar medidas adequadas de segurança pessoal, mesmo em locais considerados seguros.

Homem tenta invadir apartamento na Coreia do Sul

Recentemente, ocorreu um incidente perturbador na cidade de Bucheon, em Gyunggi-do, onde um homem tentou invadir o apartamento de uma garota. Ele utilizou um método alarmante, passando um fio pelo espaço entre a porta e o batente, na tentativa de manipular a maçaneta e abrir a porta.

Ele aproveitou a vulnerabilidade de algumas fechaduras digitais na Coreia do Sul, que podem ser facilmente abertas por dentro. Esse incidente serve como um lembrete preocupante de que é necessário estar atento à segurança das residências e tomar precauções adicionais para proteger-se contra invasões e intrusões indesejadas.

A mulher teve uma resposta rápida e corajosa diante dessa situação alarmante. Ao estar acordada e em casa, ela começou a gravar o ato utilizando seu telefone como prova contra o homem.

Ao confrontar o invasor, que afirmou ser da imobiliária, ela mostrou discernimento ao lembrar que seu corretor de imóveis já havia encerrado sua empresa e não a havia contatado recentemente.

Reconhecendo a potencial ameaça, a garota agiu imediatamente ao chamar a polícia assim que o homem fugiu do local. A polícia está conduzindo uma investigação em andamento, tendo coletado impressões digitais como parte do processo de evidências.

Essas medidas são essenciais para garantir a segurança da garota e identificar o indivíduo envolvido nesse incidente preocupante.



Fonte: Fonte: R7