Projeto de vale-turismo visa o bem-estar dos colaboradores

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


São aqueles momentos de qualidade de vida, relaxamento, tempo para si mesmo, momentos em que pode amar as pessoas em sua volta. Esses momentos fazem com que os colaborados oxigenem as ideias e voltem ao trabalho com mais criatividade.

Isso tem feito com que as empresas revisem seus planos de contratação de talentos. Algumas estão realmente focadas no bem-estar do colaborador e já perceberam que o básico — vale-alimentação, plano de saúde ou participação nos lucros — já não é o suficiente. Algumas empresas incluem em seus pacotes de benefícios subsídios para viagens e programas de lazer e cultura.

Está em tramitação na Câmara dos Deputados um projeto de lei que cria o Vale-Turismo, visto em certas empresas como uma alternativa para oferecer a possibilidade para oferecer viagens aos seus colaboradores. O valor do turismo pego pelas empresas não são descontados dos trabalhadores.

Uma empresa que possua uma coparticipação de R$ 100 por pessoa e aderir ao benefício, dará ao colaborador, pelo menos R$ 2,4 mil para ele utilizar durante o ano.

O objetivo é democrático o acesso às viagens aos funcionários e premiar os profissionais pelos seus desempenhos durante o ano. Nesse procedimento é importante contar com uma parceira externo que gerencie os processos da viagem como hotel, translado, passagens e etc.

Caso o empregador não tenha certeza sobre o bem-estar de seus colaboradores, confira alguns dados. Uma pesquisa feita pela escola de inteligência emocional The School of Life juntamente com a empresa de recrutamento e seleção Robert Half mapeou que o impacto da pandemia na saúde dos colaboradores entrevistados foram: ansiedade, desânimo e estresse. 14, 36% afirmam que não estavam se cuidando e 58,46% admitiram que deixaram de se engajar no seu emprego.

Atualmente, é necessário considerar que com a consolidação do trabalho à distância, empresas distintas de todos o mundo se tornaram potenciais empregadores de pessoas que qualquer local do mundo.

Com a pandemia, as pessoas mudaram suas visões sobre muitas coisas como: a forma de viver, de se relacionar e também de trabalhar. Atualmente, buscando a saúde mental e emocional, as pessoas tem avaliado com mais cuidado suas relações de trabalho com a empresa que pretendem trabalhar.



Fonte: Fonte: R7