PF apura possíveis fraudes em contratos públicos da UFRJ – Notícias

0
13



A Polícia Federal iniciou nesta quinta-feira (8), a Operação Pronta Emergência II, que apura irregularidades em contratos públicos celebrados pelo Ipub/UFRJ (Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro). Na ação, dois empresários foram presos.


A ação desta quinta conta com a participação de 52 policiais federais, que cumprem dois mandados de prisão temporária e nove de busca e apreensão, na Capital Fluminense e em Niterói, na Região Metropolitana. A operação é um desdobramento da Operação Pronta Emergência, realizada em fevereiro deste ano.


As investigações indicam que servidores do Ipub/UFRJ, em troca do recebimento de vantagens indevidas, se associaram criminalmente aos empresários representantes das empresas favorecidas, a fim de direcionar diversas contratações.



Nas irregularidades verificadas na montagem dos processos de licitação estão:


– Cotações fictícias, superfaturadas e com empresas integrantes da organização criminosa;


– Elaboração de ETP (Estudo Técnico Preliminar) pelas próprias empresas, sendo posteriormente preenchidos no Ipub/UFRJ;


– Direcionamento da contratação mediante pagamento de vantagens indevidas aos servidores.


Além disso, há fortes indícios de que as empresas participantes do esquema pertencem aos mesmos indivíduos.


Os mandados foram expedidos pela 1ª Vara Federal Criminal do Rio, e os investigados respondem pela prática dos delitos de organização criminosa, peculato e fraudes em licitação.


Em nota, a Reitoria da UFRJ repudiou qualquer ação que atente contra os princípios que balizam a Administração Pública e que os procedimentos investigatórios são necessários. A Universidade afirmou ainda que aguarda a apuração dos fatos.


*Estagiário do R7 sob supervisão de PH Rosa



Fonte: Fonte: R7