o que faz esse profissional? Veja quanto ganha e como anda o mercado

0
5


Quem vai prestar o vestibular, sempre procura se atentar para profissões que possam estar em alta e que de certa forma garantem uma boa remuneração no mercado de trabalho. E uma das profissões que realmente viu sua demanda crescer foi a do médico psiquiatra.

Com a pandemia e o isolamento social, muitas pessoas sofreram com depressão, ansiedade e vários distúrbios, que mais do que o corpo, afetam nossa saúde mental, nossa alma.

No artigo de hoje, vamos explicar sobre como esse profissional é formado, que faculdade e cursos se inscrever e como anda também a questão salarial e do mercado de trabalho. Acompanhe e entenda.

O que faz um médico psiquiatra?

Indo direto ao assunto, o psiquiatra é o profissional médico especializado em Psiquiatria, uma área da Medicina que atende, diagnostica, trata, reabilita e previne os Transtornos Mentais e de Comportamento nas pessoas. Inclusive, o termo Psiquiatria vem do grego “arte de curar a alma”.

Temos como exemplo de doenças mentais diagnosticadas e tratadas pelos psiquiatras: depressão, esquizofrenia, demência, transtorno de ansiedade, transtorno obsessivo compulsivo (TOC), transtorno bipolar e de personalidade. Para efetuar o diagnóstico, o médico analisa o paciente de forma completa, por diferentes perspectivas: desde a psicológica, passando pela biológica, cultural etc.

Qual a diferença entre psiquiatra e psicólogo?

Essa é uma dúvida comum de quem está pensando em escolher a profissão. Na realidade, o psiquiatra é o responsável por acompanhar e receitar o tratamento medicamentoso das pessoas com transtornos mentais.

Em geral, as consultas acontecem uma vez por mês. Já o profissional psicólogo é o responsável por fazer o acompanhamento terapêutico e a avaliação psicoemocional desses pacientes. Com o psicólogo, é normal que as consultas ocorram uma vez por semana ou até 2 em alguns casos.

Como é a formação desse profissional?

Normalmente a formação é em medicina, que dura 6 anos de faculdade e mais 2 anos de residência/especialização. Como forma de compreender várias áreas, alguns profissionais até fazem cursos extracurriculares como o curso de psicologia clínica online por exemplo. São cerca de nove a dez anos até que esse profissional possa concluir sua formação.

O médico psiquiatra, durante sua especialização, estuda e passa pelos setores de neurologia, emergências, clínica médica e várias outras para que possa aprender, na prática, a forma de estudar e tratar um paciente promovendo saúde mental plena.

Um dado interessante também a se observar, é que essa especialização mais longa também decorre do fato que o psiquiatra, ao contrário do psicólogo e do psicanalista, pode receitar medicamentos para os pacientes, já que estudou várias áreas da medicina.

Onde ele pode atuar?

O campo de atuação é bastante vasto. É possível atuar em clínicas privadas, públicas, hospitais, dando aula em faculdades ou simplesmente montando seu consultório particular.

Quanto ganha? Como anda o mercado da psiquiatria?

De acordo com dados do dieese e do portal glassdoor, no cargo de Médico Psiquiatra se inicia ganhando em média R$ 7.442,00 de salário e pode vir a ganhar até R$ 16.416,00. No Brasil a média salarial para Médico Psiquiatra fica em torno de R$ 13.529,00.

Embora esse salário seja uma média, o salário realmente é atrativo, porém é necessário estudar bastante e lidar com pessoas em surto, com distúrbios graves e nem sempre ́ é uma profissão fácil. Alguns psiquiatras cobram de 300 a 600 por consulta, mas até chegar a esse patamar são anos de estudos.

Falando sobre mercado, de acordo com dados do CRM, o Brasil sofre hoje  uma grande carência de Psiquiatras, apesar dos bons salários oferecidos na área. De acordo com a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP),  as doenças mentais estão entre as maiores causas de atendimentos de urgência no País. Segundo dados recentes, a ABP estima ainda que cerca de 20% da população mundial pode sofrer alguma enfermidade mental ao longo da vida.

Conclusão

Bem caros estudantes, esperamos que as dicas sejam úteis e que consigam com sucesso decidir pela psiquiatria ou não, na hora de focar para o vestibular.

Novidades iremos adicionar na matéria e sugestões podem ser deixadas nos comentários!





Fonte: Fonte: R7