Nova rede social Octi quer ser alternativa saudável ao Instagram e Tik Tok

0
16


Uma nova rede social pode ter sucesso contra concorrentes estabelecidos, como Facebook, Instagram e TikTok? Octi, uma startup iniciante lançada hoje, tem grandes esperanças.

A equipe da empresa de tecnologia com sede em Los Angeles vê uma oportunidade de bater de frente com as grandes plataformas, que recentemente enfrentam críticas sobre os danos causados aos seus usuários.

E os legisladores também questionaram o TikTok, o SnapChat e o YouTube sobre as preocupações com anúncios direcionados, privacidade e outras questões de segurança para usuários jovens.

Octi é centrado nos adolescentes e já está ativo na App Store da Apple. Ele não tem publicidade. Em vez disso, ele depende de curtidas, que podem render aos usuários moedas Octi. Elas são usadas para comprar itens digitais – e produtos do mundo real de marcas como Funko, Nike e Reebok.

Conforme os usuários do Octi obtêm curtidas, eles acumulam moedas. As moedas podem ser gastas em objetos digitais e para obter descontos em objetos do mundo real, incluindo tênis.

“Se você pensar bem, o que estamos lidando hoje nas redes sociais é apenas uma extensão dos anúncios de TV”, disse Justin Fuisz, cofundador e CEO da Octi. “Com este modelo, você pode se afastar disso … para o colocar de volta em um lugar mais seguro e criativo.”

Mais de 1.000 pessoas estão atualmente testando o aplicativo, que está instalado e funcionando há dois meses. Mas Octi tem trabalhado em realidade aumentada e na integração de vídeo compartilhável e objetos digitais por mais de três anos.

Vídeos

Os usuários podem editar seus vídeos de forma semelhante ao TikTok. Eles podem adicionar objetos digitais 3D ou colocar paisagens virtuais. À medida que recebem curtidas, eles acumulam moedas.

As moedas podem ser gastas em objetos digitais que podem pertencer a um número limitado de usuários Octi. Todos os usuários podem implantar os objetos em suas criações de vídeo, mas os proprietários ganham moedas à medida que os objetos são usados ​​e ganham curtidas.

No Octi, os usuários podem embelezar seus vídeos semelhantes ao TikTok adicionando objetos digitais 3D ou colocando-se em paisagens virtuais.

As moedas também podem ser usadas para obter desconto na compra de tênis, roupas e outros produtos.

Octi já criou a capacidade para os usuários venderem seus objetos digitais e fazerem upload de NFTs para uso na plataforma também. Em algum momento, os usuários poderão comprar moedas Octi, mas atualmente elas são gratuitas e ganhas através da participação.

Mas como o Octi planeja evitar discurso de ódio, bullying e outros problemas que afetam as redes sociais atuais? Para começar, a falta de confiança na publicidade – e a necessidade de visualizações dos usuários desses anúncios – muda o paradigma, diz Fuisz.

Além disso, o uso de inteligência artificial e aprendizado de máquina da plataforma monitora a atividade para sinais preocupantes. “Temos todos os sistemas em funcionamento para manter isso saudável desde o início”, disse o diretor de operações e co-fundador da Octi, Brian Biggott.

“Se alguém chega e só quer fazer algo horrível, isso é detectado rapidamente e retirado de circulação muito rapidamente”, disse Fuisz.

O novo aplicativo de rede social Octi mistura vídeo e realidade aumentada para oferecer o que considera uma opção menos abrasiva voltada para adolescentes.

Até agora, Octi arrecadou US$ 20 milhões em financiamento de investidores, incluindo o promotor de musical Jimmy Iovine.

Com toda a atenção em torno do conceito de metaverso, Octi se vê bem posicionada. O aplicativo recém-lançado é “uma visão e versão empolgantes do metaverso” que conecta as pessoas, disse Fuisz. E a plataforma pode evoluir junto com novas tecnologias, como óculos de realidade aumentada e outros.





Fonte: Fonte: R7