Nova prática de cashback em aluguéis de carros é alvo de denúncias

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Em Campinas, uma empresa responsável por aluguéis de carros teria aplicado golpes de cashback em clientes. Eles relataram haver no contrato assinado uma promessa de receber 3% por mês do valor pago no automóvel. Esse sistema de cashback está sendo bastante utilizado por empresas comerciais, porém, também vem sendo alvo de denúncias na região.

De acordo com os clientes, a empresa realizava o aluguel de carros de outras concorrentes e, ao final da ação, não realizava o pagamento dos fornecedores. As empresas lesadas registraram as queixas e tentaram contornar a situação. Além disso, as vítimas tentaram contato com a WinMove, porém não obtiveram retorno.

Um dos denunciantes ainda relatou que o contrato tinha 48 meses de validade e, ao fim, a empresa teria que reembolsar R$ 36.720. A história não para por aí, uma vez que ele descobriu que os carros utilizados eram fonte de estelionato, sendo necessário entrar na Justiça para que os veículos não fossem apreendidos. Além disso, a vítima relata a presença de autoridades em sua residência para fazer a apreensão do veículo que estava em sua posse, porém, ao apresentar o boletim de ocorrência, a situação pôde ser amenizada.

Uma postagem realizada pela WinMove orienta os clientes a não devolverem e usarem os automóveis. Além disso, a empresa não está mais localizada no prédio que a sediava. Por meio de advogados, o caso foi entendido como quebra de contrato, orientando os consumidores a buscarem ajuda de profissionais especializados no caso, a fim de solucionar o problema.

Por fim, como dito acima, existem diversas denúncias referentes à essa prática, sendo que mais três foram registradas no mês passado em Hortolândia e Sumaré, em São Paulo.



Fonte: Fonte: R7