Ministro da Educação diz que Enem 2021 pode ser ’em outubro, novembro’ | Santa Catarina

0
32


O ministro da Educação, Milton Ribeiro, afirmou nesta sexta-feira (14) que “tudo indica” que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 vai ocorrer em outubro ou novembro deste ano.

Na quinta-feira (14), o G1 mostrou que despachos internos do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que realiza o Enem, indicam que as provas da edição deste ano estão marcadas para 16 e 23 de janeiro de 2022.

“Foi um documento em que se discutia. Está tudo previsto. Tudo indica que lá para outubro, novembro [o exame vai ocorrer]. A data vai ser verificada de acordo com o andamento da pandemia”, disse Ribeiro durante a inauguração de um centro de ensino infantil em Blumenau (SC).

Ribeiro diz que os documentos são conversas de bastidores.

“Vai [haver Enem em 2021], sim. Aquilo que eventualmente foi publicado faz parte naturalmente daquelas conversas de bastidores, foi um documento em que se discutia”, afirmou o ministro na visita a Santa Catarina.

Três diretores assinaram documentos

Os três documentos do Inep aos quais o G1 teve acesso (veja imagem abaixo) são assinados por três diferentes diretorias do órgão e têm o mesmo teor. Os ofícios informam a departamentos ligados à infraestrutura da aplicação do Enem sobre a data das provas.

“Em consonância com as informações apresentadas pelo Presidente do Inep na Reunião de Diretorias ocorrida às 9h de hoje, 3 de maio de 2021, [o ofício] ratifica que os dias 16 de janeiro de 2022 (domingo) e 23 de janeiro de 2022 (domingo) são as datas definidas para as aplicações das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) regular em sua edição 2021.

Despacho interno do Inep com a data do Enem marcada para 16 e 23 de janeiro — Foto: Reprodução

Os diretores que assinam os documentos são Alexandre Gomes da Silva, diretor de Avaliação da Educação Básica, Alfredo Murillo Gameiro de Souza, diretor de Gestão e Planejamento, e Danilo Miranda Pontes Rogério, diretor de Tecnologia e Disseminação de Informações Educacionais.

Também informam os despachos que o Enem Digital, que teve sua primeira edição neste ano, será realizado nas mesmas datas e horários do Enem regular.

Inep informou que não há data definida

O G1 havia entrado em contato com o Inep para saber o posicionamento da autarquia acerca dos documentos divulgados na quinta-feira. A assessoria de comunicação do instituto havia informado que “não há definição sobre a data” e “que a edição está garantida e confirmada, porém, o cronograma da aplicação está ainda em planejamento”.

Após enviar a resposta, o órgão publicou uma nota em seu site informando estar “engajado para que as provas sejam realizadas ainda neste ano”.

Durante a viagem a Santa Catarina, o ministro da Educação também esteve em Saudades, no Oeste do estado, onde três crianças de 1 ano e duas funcionárias foram assassinadas em uma creche em 4 de maio.

Ribeiro chegou à cidade por volta das 15h30 desta sexta. Na prefeitura, ele esteve com as famílias das vítimas. “O que eu vim fazer aqui é dar um abraço em nome do governo federal nessas famílias, nessa cidade, diante desta tragédia que aconteceu aqui”, disse depois à imprensa.

Ministro da Educação, Milton Ribeiro, chega a Saudades (SC) por volta das 15h30 de 14 de maio — Foto: Letícia Ferrari/NSC TV

Ele também afirmou que no futuro o ministério deve entregar equipamentos à cidade, mas não especificou quais ou em qual data.

“Nós vamos trazer sim condições e alguns equipamentos do MEC para que outras crianças possam aqui em Saudades, outros professores possam ser beneficiados pelo sacrifício dessas pessoas tão queridas”, afirmou à imprensa.

Reunião com políticos e religiosos

Ministro da Educação em evento em Santa Catarina nesta sexta-feira (14) — Foto: Isabela Corrêa/Reprodução NSC TV

A visita de Ribeiro a Santa Catarina nesta semana é a primeira do ministro ao estado. Ele chegou na noite de quinta-feira (13), quando se reuniu com líderes políticos e religiosos da região em um jantar.

O governador Carlos Moisés (PSL) pediu a construção de mais três escolas cívico-militares em Santa Catarina: em Lages, na Serra, em Camboriú, no Litoral Norte, e em Jaraguá do Sul, no Norte Atualmente, o estado tem sete escolas nesse modelo.

VÍDEOS: Veja as reportagens mais assistidas da NSC TV no G1

Veja mais notícias do estado no G1 SC



Fonte: Fonte: G1