Ministério recolhe quatro lotes de feijão impróprios para o consumo

Nesta sexta-feira, 19, o Ministério da Agricultura do Brasil determinou o recolhimento de quatro lotes de feijão pertencentes às marcas “Da Mamãe” e “Sanes” que foram percebidos como impróprios para o consumo humano.

Veja também: Deixe o seu feijão mais saboroso com temperos nutritivos

Em suas características, os produtos apresentaram uma quantidade de grãos mofados e ardidos acima do limite permitido, um grave indicador de risco à saúde, segundo a pasta.

Mais informações sobre o recolhimento dos lotes de feijão

Em um comunicado divulgado pelo Ministério da Agricultura, o diretor do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Vegetal, Hugo Caruso, explicou sobre os riscos: “Esses grãos podem conter micotoxinas prejudiciais ao organismo, que causam intoxicações alimentares e reações alérgicas”.

Os feijões foram encontrados no Rio de Janeiro e no Distrito Federal. Para os usuários das regiões é importante checar os lotes. Os lotes são: lote 51 do feijão cores e lote 06 do feijão preto, ambos pertencentes a marca Da Mamãe; e os lotes 030423 e 080323 do feijão preto da marca Sanes.

Além disso, eles também já haviam sido identificados em uma operação do Ministério em abril. Ela resultou na apreensão de mais de 150 toneladas de feijão. Todos os produtos tiveram que passar por análise laboratorial que confirmou a inconformidade com os padrões exigidos que garantem o consumo humano seguro.

Se tiver ou visualizar um exemplar, denuncie!

Foi orientado pelo Ministério da Agricultura que os consumidores que encontrarem alguns dos quatro lotes sendo comercializados, que denunciem imediatamente. Aos que tiverem adquirido o produto, devem interromper o seu consumo e entrar em contato com o comércio onde comprou para fazer a devolução ou o descarte adequado.

Para conduzir sua denúncia, você pode ligar através do telefone do Ministério da Agricultura (61) 3218-2089 ou entrar em contato diretamente com os canais de atendimento dele.

Fonte: Fonte: R7