Mais um suspeito do assassinato de ganhador da Mega Sena é preso

Foi preso pela polícia no último domingo, 18, uma outra pessoa suspeita de ter participado da morte de Jonas Lucas Alves Dias, um morador de Hortolândia de 55 anos. Lucas Alves foi o vencedor de cerca de R$ 47,1 milhões da Mega-Sena de 2020. Os responsáveis pela investigação estão considerando que essa seja a causa do homicídio.

Leia mais: É possível ganhar na Mega-Sena? Veja quais estratégias utilizar na hora de apostar

A pessoa recentemente presa é uma mulher trans de nome Rebeca, que foi identificada pela polícia também pelo seu nome de registro, que é Samuel Messias Pereira Batista. Ela tem 24 anos. A prisão ocorreu na cidade de Santa Bárbara d’Oeste, no interior de São Paulo. Aproximadamente a 22 km de distância de Hortolândia, onde a vítima vivia. Mais dois suspeitos do crime ainda seguem foragidos.

Rebeca está sendo investigada também porque uma conta no nome dela foi utilizada para transferências de valores, segundo uma nota divulgada pela Secretaria de Segurança Pública. A primeira prisão deste caso foi a de Rogério de Almeida Spínola, 48 anos, no sábado passado. Quatro pessoas eram tidas como suspeitas de terem participado deste crime de homicídio e que também já tiveram a prisão preventiva decretada pela Justiça.

A mulher foi localizada e detida pela Guarda Municipal de Santa Bárbara d’Oeste, mas logo depois foi encaminhada para a Divisão Especializada de Investigações Criminais (DEIC) de Piracicaba, onde estão conduzindo as investigações do caso.

As quatro pessoas suspeitas do crime são da cidade de Santa Bárbara, aponta as informações dos policiais. Os responsáveis localizaram os suspeitos ao receber ajuda de imagens que acabaram registrando o momento em que Lucas havia sido abordado pela primeira vez. Também foram identificadas mais três câmeras na agência bancária onde um dos suspeitos do crime tentou realizar saques utilizando o cartão do ganhador do prêmio.

A vítima foi encontrada com sinais de espancamento na última quarta-feira, 14, apenas um dia após ter sido dado como desaparecido. Ele foi localizado na alça da rodovia dos Bandeirantes, próximo ao Jardim São Pedro, ainda em Hortolândia. O local fica a cerca de 115 km da capital de São Paulo. O homem, inclusive, foi levado até um hospital, mas acabou não resistindo aos ferimentos e faleceu.

Jonas foi o ganhador do prêmio de quase R$ 50 milhões da Mega-Sena no dia 5 de setembro do ano de 2020. De acordo com as informações da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, esse caso foi registrado como extorsão seguida de morte.

Fonte: Fonte: R7