Gatos são menos inteligentes que os cachorros?

Um estudo feito em 2017, pela Universidade Vanderbilt (Estados Unidos), chegou a uma conclusão, desvendando se cães são mais inteligentes do que gatos. A resposta foi dada depois de analisar o número de neurônios de diversos animais carnívoros.

Revista científica Frontiers in Neuroanatomy

Segundo a revista científica, foi constatado que os cães possuem mais que o dobro da “massa cinzenta” dos felinos. Os neurônios são células nervosas que constituem o principal elemento do sistema nervoso.

Eles são responsáveis ​​pela recepção, processamento e transmissão de informações em forma de sinais elétricos e químicos.

Os cães têm cerca de 530 milhões de neurônios corticais, enquanto os gatos têm cerca de 250 milhões. Os números a mais de neurônios justificam uma maior inteligência por parte dos cães.

De acordo com a brasileira Suzana Herculano-Houzel, uma das autoras do estudo, o número de neurônios que um animal tem determina a riqueza do seu estado mental interno e sua capacidade de prever o que está prestes a acontecer em seu ambiente com base na experiência passada.

Carnívoros x herbívoros

Os carnívoros, como furão, guaxinim, gato, cão, hiena, leão e urso marrom tiveram o cérebro analisados. Isso porque esperava-se que as medidas confirmassem a hipótese intuitiva de que esses animais tivessem mais neurônios do que os herbívoros que eles caçam.

No entanto, a proporção de neurônios para o tamanho do cérebro em pequenos e médios carnívoros era aproximadamente a mesma que a dos herbívoros.

Tudo isso significa possivelmente que há pressão evolutiva sobre os herbívoros para desenvolver o poder do cérebro e escapar dos predadores como há sobre os carnívoros para pegá-los.

Os cientistas e pesquisadores descobriram que o cérebro de um cachorro golden retriever tem mais neurônios do que o de uma hiena, leão ou urso marrom, mesmo que os maiores predadores tenham cérebros até três vezes maiores.

Fonte: Fonte: R7