Franca, SP, retoma aulas presenciais na rede municipal após 16 meses | Ribeirão Preto e Franca

0
10


Fechadas desde 23 de março de 2020 por causa da pandemia da Covid-19, as 56 escolas da rede municipal de Franca (SP) retomam as aulas presenciais nesta segunda-feira (2). O retorno gradual acontecerá em três etapas e começa em um momento de melhora dos indicadores epidemiológicos na cidade, com o avanço da campanha de vacinação.

Segundo a Prefeitura, a primeira etapa da retomada permite que as aulas voltem com 35% dos alunos por sala até pelo menos 27 de agosto. As condições são as mesmas das adotadas pelas creches, que foram as primeiras a voltar, no dia 27 de julho.

Como o retorno não é obrigatório, as divisões feitas por equipes das próprias escolas vão considerar “a quantidade de alunos que os pais autorizaram e a quantidade de profissionais imunizados”.

A previsão da administração municipal é que a segunda etapa comece no dia 30 de agosto e vá até 22 de setembro. A partir disso, a expectativa é pelo aumento da quantidade de estudantes, considerando as mesmas condições citadas anteriormente.

Escola Municipal de Ensino Básico Professor Mitermayr Alves Barbosa em Franca (SP) — Foto: José Augusto Junior/EPTV

Já a terceira e última etapa deve ter início em 23 de setembro, quando as aulas poderão ocorrer com a totalidade de estudantes. Nesse período, a Prefeitura considera que estará concluída a vacinação em massa dos profissionais de educação, com grande parte tendo recebido as duas doses ou dose única.

De acordo com a administração, a rede municipal conta atualmente com 19.581 estudantes matriculados.

O boletim epidemiológico mais recente aponta que Franca soma 39.563 casos e 911 óbitos provocados pela Covid-19 desde o início da pandemia. Por outro lado, a cidade já vacinou 54,97% da população com a primeira dose, 18,9% com as duas e 2,37% com a dose única.

Além das restrições de capacidade, alunos e professores precisarão seguir também outras medidas de prevenção ao contágio da Covid-19:

  • Uso de máscara cobrindo boca e nariz obrigatório para crianças maiores de 3 anos e funcionários;
  • Aferição de temperatura;
  • Uso de álcool em gel;
  • Não utilização de bebedouros, exceto para encher garrafinhas;
  • Distanciamento entre carteiras;
  • Sinalizações sobre boas práticas nas unidades de ensino;
  • Alunos que apresentarem febre ou sintomas de gripe não deverão ir, e a família deverá comunicar a escola imediatamente

Na tentativa de diminuir a defasagem no aprendizado dos alunos durante a pandemia, as escolas oferecerão reforço escolar em horário oposto às aulas regulares.

Além disso, professores, coordenadores e pedagogos realizarão até dezembro, de forma presencial, um curso sobre defasagem e diversidade escolar.

VÍDEOS: Tudo sobre Ribeirão Preto, Franca e região



Fonte: Fonte: G1