faltando seis meses para o exame, confira dicas importantes

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Faltam ainda seis meses para a realização do Enem 2022. As provas serão aplicadas nos dias 13 e 20 de novembro, sendo preciso estudar e se inscrever através da página do participante. A inscrição é prática, porém, alguns estudantes acabam cometendo erros que podem prejudicá-los no dia da prova.

Leia também: Plataforma de estudos “Cloe” vai ajudar na hora de estudar para o ENEM

Alguns candidatos, por terem direito à taxa de isenção, acreditam que já estão inscritos para realizar o exame, o que é algo grave. Isso porque mesmo adquirindo o recurso, o aluno precisa estar registrado, sendo dispensado apenas o pagamento do boleto.

Vale ressaltar que as alterações cadastrais e as inscrições devem ser realizadas até o dia 21 de maio. Portanto, fique atento, pois após esta data, não será possível mudar quaisquer informações.

Além disso, um dos últimos passos para terminar a inscrição é o anexo de uma foto atual, contendo a imagem toda de seu rosto. É importante lembrar que não serão aceitas fotografias com bonés ou chapéus e com óculos escuros. A capacidade exigida pela plataforma é de até 2 MB, nos formatos JPG, JPEG ou PNG.

Taxa de inscrição e senha

Outro fator a ser lembrado é o pagamento referente à taxa de inscrição, sendo que o prazo se encerra no dia 27 deste mês para estudantes não isentos. Caso o pagamento não seja realizado, o aluno não conseguirá prestar o exame, mesmo já tendo preenchido todas as informações necessárias.

Sendo assim, não deixe para a última hora, seja organizado e pague com antecedência. Atualmente, o valor da taxa é de R$ 85,00 para os dois tipos de prova, seja ela impressa ou virtual. Os meios de pagamento neste ano são diversos, podendo ser realizado por boleto bancário, cartão de crédito (com R$ 2,54 de juros) e até mesmo por Pix.

Por fim, e não menos importante, ao final de sua inscrição, fique atento quanto à senha registrada no portal, visto que ela será necessária em todas as etapas do Enem, inclusive a checagem das notas. Caso esqueça, não se preocupe, pois há como recuperá-la. Porém, é recomendável anotá-la para não perder tempo e não causar prejuízos ao seu ano de vestibular.



Fonte: Fonte: R7