Enem 2022: saiba quais informações da inscrição ainda podem ser alteradas | Enem 2022

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2022 já foram encerradas e os participantes que não tiveram isenção têm até sexta-feira (27) para pagar a taxa de R$ 85.

Mas e quem precisa corrigir alguma informação, como telefone de contato ou local de prova, o que deve fazer?

Apenas as informações de contato, como telefone fixo, celular e e-mail podem ser alteradas a qualquer momento na página do participante.

Já as demais informações prestadas no momento de inscrição não podem ser alteradas. São elas:

  • dados pessoais (sexo, raça, estado civil e nacionalidade)
  • endereço;
  • atendimento especializado e uso do nome social;
  • opção de Língua Estrangeira;
  • escolaridade;
  • município de realização da prova;
  • questionário socioeconômico.

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo exame, “alterações foram permitidas apenas durante o período de inscrição, conforme previsto em edital”. O período de inscrição foi de 10 a 21 de maio.

Então, se informou o local de realização de prova errado no momento da inscrição e não fez a alteração no prazo indicado, o participante precisará se locomover até o município informado para realizar a prova.

Isso aconteceu com o estudante Lucas Ortiz Alves, de 20 anos, no Enem 2021. Ele viajou 400 quilômetros na véspera da prova para fazer o Enem em Franca (SP), porque na hora de fazer a inscrição, o jovem, que mora em São Paulo (SP), colocou a cidade errada. Como se inscreveu no último dia do prazo, perdeu a chance de fazer a correção.

“Agora ,vou prestar mais atenção quando eu for me cadastrar no Enem. Não errar a cidade”, brincou Lucas ao finalizar o segundo dia de provas em Franca.

O Enem 2022 será aplicado nos dias 13 e 20 de novembro, tanto na versão impressa quanto na digital.

A taxa, no valor de R$ 85, deve ser paga até 27 de maio.

A partir deste ano, o pagamento poderá ser feito também via PIX ou cartão de crédito, além de via boleto bancário, como em outros anos.

Outra novidade é que o Inep aceitará documentos digitais de identificação nos locais de prova, como:

  • e-Título,
  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH) Digital; e
  • RG Digital.

O candidato deve apresentar o aplicativo oficial ao fiscal — capturas de tela não serão válidas.

Após a entrada na sala de aula, o uso do celular continuará vetado.

Como nos últimos anos, o Enem será aplicado em dois domingos.

O candidato deverá fazer:

  • 45 questões de linguagens (40 de língua portuguesa e 5 de inglês ou espanhol);
  • 45 questões de ciências humanas; e
  • redação.
  • 45 questões de matemática; e
  • 45 questões de ciências da natureza.

Veja os horários de aplicação (no fuso de Brasília):

  • Abertura dos portões: 12h
  • Fechamento dos portões: 13h
  • Início das provas: 13h30
  • Término das provas no 1º dia: 19h
  • Término das provas no 2º dia: 18h30

Fonte: Fonte: G1