Enem 2021 tem aumento de 9% de participantes após reabertura de inscrições para isentos | Enem 2021

0
24


O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou nesta segunda-feira (27) que 280.145 pessoas se inscreveram na nova chamada do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 aberta para quem teve isenção do pagamento em 2020, mas faltou nas provas e não justificou a ausência.

Número representa um aumento de 9% no total anterior de inscritos, que era de 3.109.762.

O novo período de inscrições foi de 14 a 26 de setembro apenas para esses participantes da edição de 2020.

Quem se inscreveu nesse prazo vai realizar o exame em 9 e 16 de janeiro de 2022, mesmas datas em que a prova será aplicada para adultos privados de liberdade e jovens cumprindo medida socioeducativa que inclui privação de liberdade (Enem PPL).

Para os demais participantes do exame que já tiveram a inscrição confirmada, a realização das provas será mantida nos dias 21 e 28 de novembro de 2021.

Queda recorde em inscrições

Ao final do primeiro período de inscrições do Enem 2021, de 30 de junho a 14 de julho, o Inep registrou o menor número de inscritos desde 2005. Foram apenas 3.109.762, o que representava uma queda de quase 3 milhões em comparação com 2020.

Inscritos confirmados no Enem (1998-2021)

Fonte: Inep

O número tinha sido impulsionado pela regra do Ministério da Educação (MEC) que proibia a isenção de taxa àqueles que tiveram o direito na edição anterior do exame, mas não compareceram nos dias das provas e não apresentaram um justificativa. Com a pandemia de Covid, o Enem 2020 registrou abstenção recorde e o número refletiu nos inscritos de 2021.

Reabertura das inscrições

Após o MEC decidir que manteria a proibição de isenção nestes casos, partidos e entidades acionaram o Supremo Tribunal Federal (STF) sob o argumento de que muitos candidatos que faltaram ao Enem 2020 estavam, por exemplo, com receio de pegar Covid ou estavam com algum sintoma da doença.

O STF determinou, então, a reabertura de inscrições para quem perdeu direito à gratuidade por não ter comparecido em 2020. A determinação pode garantir a participação de quase 3 milhões de estudantes que não se inscreveram para a atual edição do Enem.

Com as novas datas de inscrição, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) definiu outras datas para a aplicação das provas para os novos participantes.

Segundo o órgão, a decisão de definir novas datas de aplicação das provas para os isentos ausentes na edição 2020 foi tomada para garantir o direito dos participantes de utilizarem o resultado do exame para acesso à educação superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Programa Universidade para Todos (ProUni) e do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), programas do Ministério da Educação (MEC).

  • Enem regular e digital: 21 e 28 de novembro
  • Enem para isentos em 2020 e PLL: 9 e 16 de janeiro de 2022



Fonte: Fonte: G1