Enem 2020 tem 6,1 milhões de inscritos, afirma Inep

12



Data da prova ainda está indefinida e deverá ser escolhida em enquete com os participantes. Enem 2020 será adiado por causa da pandemia no coronavírus
André Melo Andrade/Myphoto Press/Estadão Conteúdo
O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou nesta quinta-feira (28) que 6,1 milhões de pessoas se inscreveram no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. O prazo para pagamento da taxa de inscrição termina nesta quinta-feira. Sem essa validação, a inscrição não é concluída. Por isso, o número total de candidatos que farão a prova poderá variar.
A prova, originalmente marcada para novembro, está sem data definida. Os dias deverão ser escolhidos em uma enquete com os participantes (leia mais abaixo).
Enem em tempos de pandemia: o que muda na preparação dos jovens para a prova de 2020
De acordo com os dados do Inep, dos 6.121.363 inscritos, 6.020.263 se cadastraram para fazer a prova impressa e 101.100 para a versão digital. Este será o primeiro ano que o Enem terá uma versão digital.
Do total de inscritos, 65% concluíram o ensino médio em anos anteriores, 23% são concluintes e 12% são treineiros, ou seja, estudantes que não terminaram o ensino médio mas fazem a prova para conhecê-la e “treinar”.
O Inep informou que 81,7% dos concluintes são de escolas públicas, número 11,2% maior do que o registrado em 2019. Esses dados são indicados pelos próprios participantes na hora da inscrição.
Estudantes, pais e professores narram cenário do ensino público na pandemia; em 7 estados e no DF, atividade remota não vai contar para o ano letivo
66% dos brasileiros de 9 a 17 anos não acessam a internet em casa; veja números que mostram dificuldades no ensino à distância
O acesso dos estudantes de escolas públicas à inscrição do Enem era uma preocupação do Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Educação (Consed), que solicitou ao Inep a prorrogação do prazo de inscrição.
Com aulas suspensas em todos os estados, o Consed afirma que a maior parte das redes estaduais haviam alcançado, até a semana passada, um número inferior de inscrições se comparado ao total de estudantes concluintes do ensino médio da rede pública. Isso porque, segundo a entidade, parte dos estudantes que deveriam se inscrever no Enem pertencem a famílias em situação de vulnerabilidade social, sem acesso regular à internet.
Prazo para pagar inscrição termina nesta quinta-feira
Os estudantes inscritos têm até esta quinta (28) para fazer o pagamento da taxa de inscrição. O valor é de R$ 85. O boleto deve ser pago em agências bancárias, casas lotéricas, correios ou pela Internet. Sem isso, a inscrição não será validada.
Data da prova será escolhida em enquete
Na última quarta-feira (20), o Inep, responsável pela prova, e o Ministério da Educação (MEC) informaram que a data do exame, marcada inicialmente para novembro, será estendida “de 30 a 60 dias em relação ao que foi previsto nos editais”.
A nova data será escolhida pelos candidatos em uma enquete na Página do Participante.
A decisão ocorreu depois de o governo enfrentar questionamentos judicias cobrando o adiamento da prova por causa dos efeitos da pandemia da Covid-19, que levaram escolas a suspender as aulas presenciais. O debate sobre o adiamento da prova chegou ao Congresso: na terça-feira (19), o Senado aprovou projeto que adia Enem, e o texto seguiu para avaliação da Câmara dos Deputados.
Initial plugin text


Fonte: Fonte: G1