Empresa AliveCor processa Apple por violar sua patente

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

A AliveCor acusa a empresa fundada por Steve Jobs de causar uma violação a autoria de seus produtos, assim como de práticas anticompetitivas.

A AliveCor, que é uma empresa de dispositivos médicos e IA que produz hardware e software de ECG para dispositivos móveis de consumo, está processando a Apple depois de a empresa de tecnologia ter lançado o Apple Watch com a função de eletrocardiograma (ECG). Segundo a sentença do juiz Cameron Elliot, da Comissão Internacional de Comércio (ITC), a Apple teria violado a patente da AliveCor.

Leia também: 6 Aparelhos da Apple que estão fora de moda e ainda são valiosos

A determinação foi publicada, de forma oficial, pelas autoridades judiciais do país e já está sendo divulgada nos órgãos de comunicação por meio da AliveCor, que foi a responsável pelo início do processo contra a gigante norte-americana por infringir a patente no mês de abril de 2021. A AliveCor acusa a empresa fundada por Steve Jobs de causar uma violação a autoria de seus produtos, assim como de práticas anticompetitivas, que é um processo comum que a Apple vem sofrendo.

A decisão proferida pelo magistrado é somente uma primeira determinação. A ITC possui um prazo para dar uma decisão final ao seu processo até o dia 26 de outubro deste ano. Dependendo do parecer final, a Apple poderá não apenas ser obrigada a pagar uma multa, mas também ser proibida de realizar a comercialização de alguns modelos do seu smartwatch nos Estados Unidos.

“A decisão de hoje é uma forte validação da nossa IP (propriedade intelectual) e ressalta que patentes importam e até uma companhia influente como a Apple não pode simplesmente violá-las para atrapalhar a inovação”, disse a CEO da AliveCor, Priya Abani.

A gigante Apple preferiu não fazer nenhum comentário sobre a decisão.



Fonte: Fonte: R7