Em meio à pandemia, Enem realiza 1º dia de provas para 46,4 mil candidatos no Amapá | Amapá

0
13


As provas do 1º dia vão testar as habilidades dos estudantes em 90 questões de linguagens e matemática, além da redação. Os portões abrem às 11h30 (Horário de Brasília) e fecham às 13h, com as provas iniciando às 13h30 e seguindo até 19h.

Macapá concentra a maior quantidade de candidatos, 31.074, espalhados em locais de prova por toda a cidade. Durante todo o dia, a frota de ônibus estará circulando com 100% dos veículos.

O Enem é considerado o maior vestibular do país, e a nota serve para disputar vagas em universidades e ter acesso a programas de bolsas (Prouni) ou financiamento de mensalidade (Fies).

O segundo dia de provas, com questões de ciências humanas e ciências da natureza, acontece no próximo domingo (24). Outros 782 inscritos no Amapá optaram pela prova digital, uma das novidades deste ano e que vai acontecer nos domingos seguintes: 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

Do total de inscritos no Amapá, 36.280 (78,05%) têm o ensino médio concluído e 6.802 (14%) estão cursando a última série do ensino médio. Ainda no quantitativo, 3.098 (6,6%) cursam o ensino médio, mas não concluem no ano letivo de 2020 e 303 (0,6%) não cursam e nem tem ensino médio concluído.

Em relação a gênero, 26.860 (57,7%) dos inscritos se declararam do sexo feminino e 19.623 do sexo masculino (42,2%). Entre os amapaenses concorrentes 321 (0,6%) se denominaram indígenas e a maior parte é da cor parda (65,9%).

Na faixa etária, o maior público é de jovens entre 21 e 30 anos (41,6%), seguido por inscritos entre 31 e 59 anos (22,5%). Candidatos acima de 60 anos são 111 (0,23%)e abaixo de 16 anos são 126 (0,27%).

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), organizadora do exame, afirmou que a instituição está preparada para a realização das provas em plena pandemia.

As medidas de prevenção contra o coronavírus serão as mesmas para todos os lugares. Não haverá planejamento especial para os locais que estejam com aumento no número de casos, segundo o Inep.

Entre as medidas, estão:

  • Uso obrigatório de máscaras para candidatos e aplicadores;
  • Disponibilização de álcool em gel nos locais de prova e nas salas (a quantidade total só será conhecida após a aplicação do exame);
  • Abertura dos portões mais cedo, às 11h30 (horário de Brasília);
  • Recomendação de distanciamento social no deslocamento até as salas de provas;
  • Identificação de candidatos do lado de fora das salas, para evitar aglomeração – haverá marcações no piso para ter distanciamento, caso haja fila;
  • Contratação de um número maior de salas: na edição de 2019 foram 140 mil locais de aplicação; agora serão 200 mil;
  • Salas de provas com cerca de 50% da capacidade máxima;
  • Candidatos idosos, gestantes e lactantes ficarão em salas com 25% da capacidade máxima
  • Higienização das salas de aulas, antes e depois do exame.

Além disso, o Inep destaca que as provas vão ser feitas aos domingos, quando há menor circulação de pessoas nas cidades.

É recomendado que o candidato leve máscaras reservas para trocar, já que a prova tem duração máxima de 5h30, quando há redação. No dia em que não há redação, o período máximo para fazer o exame é de 5h.

ASSISTA abaixo o que foi destaque no AP:



Fonte: Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui