Dentro de uma década, sonda árabe vai examinar e sobrevoar 7 asteroides

Em uma nova empreitada espacial, os Emirados Árabes estão se preparando para estudar sete asteroides em uma missão programada para ser lançada em 2030. Este projeto surge como uma continuação do bem-sucedido empreendimento da missão árabe Hope, que entrou em órbita de Marte em 2021 e continua a analisar a atmosfera do Planeta Vermelho.

Após manter segredo por algum tempo, os Emirados Árabes finalmente revelaram os detalhes da missão que irá estudar os asteroides. Durante a Conferência de Asteroides, Cometas e Meteoros, um documento revelou os asteroides escolhidos para serem analisados neste ambicioso projeto, que foi anunciado inicialmente em 2021.

Agora, os planos estão tomando forma e os Emirados Árabes estão prontos para avançar nessa emocionante jornada de exploração espacial. Confira o planejamento da equipe!

Emirados Árabes planejam estudo detalhado de asteroides

De acordo com o documento divulgado durante a Conferência de Asteroides, a missão espacial dos Emirados Árabes planeja visitar e estudar sete asteroides do Cinturão de Asteroides, uma região situada entre Marte e Júpiter.

Os objetos escolhidos para essa exploração são os seguintes: 10253 Westerwald, 623 Chimaera, 88055, 23871, 13294 Rockox, 59980 e 269 Justitia.

Essa seleção cuidadosa permitirá que os cientistas coletem dados valiosos sobre esses corpos celestes e avancem em nosso conhecimento sobre o universo.

A próxima década promete ser repleta de descobertas emocionantes nessa missão de exploração espacial dos Emirados Árabes.

Durante os sobrevoos programados, está prevista a visita breve a todos os sete asteroides selecionados, mas é o asteroide 269 Justitia que receberá uma atenção especial com um estudo mais aprofundado.

Com aproximadamente 50 km de diâmetro e tons avermelhados em sua superfície, esse asteroide sugere a presença de compostos orgânicos.

Acredita-se que ele possa ter se formado em uma região mais distante, possivelmente além da órbita de Netuno, e posteriormente ter sido capturado gravitacionalmente pelo Sistema Solar interno.

O cronograma da missão prevê que o primeiro sobrevoo ocorrerá em 2030, seguido pelos seis restantes ao longo do tempo.

Em 2034, a nave espacial concentrará seus estudos no asteroide 269 Justitia, investigando detalhadamente a composição de sua superfície, sua geologia e o campo gravitacional ao redor do objeto.

Fonte: Fonte: R7