Criptomoeda Luna foi de 40 bilhões de dólares a zero; entenda

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

É sabido que o mercado de criptomoedas está cada vez mais volátil com o passar do tempo, isso se analisarmos a situação relativa a uns três meses atrás. No entanto, existe uma lista gigantesca que pode apresentar as empresas, fatores que podem ter causado esse colapso da blockchain. Em vista disso, o maior deles, sem sombra de dúvidas, ocorreu na blockchain Terra, cuja criptomoeda LUNA afundou de US$ 87 para zero no espaço de 24 horas.

Leia também: Real digital: Entenda mais sobre nova criptomoeda oficial do Brasil

No entanto, existe um nome em especial que entrou para essa lista: Do Kwon, um sul-coreano de 30 anos de idade que fundou o projeto Terraform Labs em janeiro de 2018. A realidade é que, desde o início de sua criação, a Terra Luna e à stablecoin algorítmica UST, ao transcorrer de sua trajetória, Kwo mostrou-se praticamente inabalável no que refere-se aos críticos e na defesa do que vendia, dizendo que era uma revolução do sistema financeiro descentralizado. No entanto, tudo foi por água abaixo.

Somente no mês passado, Luna chegou a atingir o valor de 41 bilhões de dólares e, no último domingo, estava custando cerca de 1,4 bilhões de dólares, conforme aponta o portal CoinGecko. Nesse sentido, o valor do token acabou ganhando um decimal, praticamente, a cada dia que passava. Todavia, hodiernamente, conforme os últimos dados, Luna está custando cerca de 0,002 dólares.

Dessa forma, completamente desvalorizada, o criptoativo vem inundando diversas plataformas de negociação de criptomoedas, com a finalidade de procurar compradores inexistentes: são mais de 6 trilhões de tokens inundando as plataformas de negociação.

Fonte: Fonte: R7