Camisa de 1968 de Pelé será leiloada para custear tratamento de Alzheimer

No dia 25 de setembro de 1968, durante um jogo entre o Santos e o memorável time do Bangu, Pelé presenteou Lincoln Dias Alves, ex-zagueiro do Bangu, com a camisa 10 do Santos. Conhecido como Lincão devido à sua impressionante altura de 2,04 metros, ele guardou a camisa por mais de 55 anos.

Agora, ele encontrou um novo significado para a camisa ao utilizar seu valor para proporcionar mais conforto à sua esposa, Adir Alves, que sofre de Alzheimer, uma doença neurodegenerativa. Aos 83 anos, Adir enfrenta os desafios dessa condição, e Lincão vê na venda da camisa uma oportunidade de auxiliar o bem-estar da esposa.

Em uma noite chuvosa em São Paulo, no Pacaembu, ocorreu uma partida entre Santos e Bangu pelo Troféu Roberto Gomes Pedrosa. O jogo terminou em empate por 1 a 1, e foi nessa ocasião que Lincão, ex-zagueiro do Bangu, teve um desempenho notável ao enfrentar Pelé. Sua atuação impecável na marcação rendeu-lhe o prêmio de melhor jogador em campo.

O  ex-jogador recorda com orgulho aquele momento especial, descrevendo como foi capaz de “parar” Pelé ao vencer cerca de 80% das disputas de bola sem recorrer à violência. Ao final do jogo, Pelé aproximou-se para cumprimentá-lo e parabenizá-lo, reconhecendo sua habilidade e desempenho. Para Lincão, aquele momento ressaltou a grandeza do Rei do Futebol.

No intervalo da partida, o ex-zagueiro teve a oportunidade de solicitar a camisa 10 do Santos diretamente a Pelé. Com o objetivo de presentear seu pai, Oswaldo Alves, que era um grande admirador do ídolo do futebol, Lincão expressou seu desejo de obter a camisa. Pelé, generosamente, concordou em presentear Lincão.

Agora, a camisa será leiloada para garantir o tratamento da esposa Adir Alves

Após um sonho impactante envolvendo seu pai, Lincão teve a inspiração de utilizar a camisa doada por Pelé para proporcionar um benefício significativo no tratamento de sua esposa, Adir. O sonho despertou uma nova perspectiva em relação à camisa, mostrando que ela poderia ser uma fonte valiosa de ajuda financeira.

O sonho, tão vívido e marcante, deu ao ex-zagueiro a sensação de que seu pai estava presente ao seu lado, guiando-o para uma decisão importante. Com essa experiência emocionante, Lincão percebeu o potencial da camisa não apenas como uma lembrança valiosa, mas também como uma oportunidade de proporcionar conforto e suporte à sua esposa, que enfrenta o Alzheimer.

Após decidir seguir adiante com a ideia de utilizar a camisa para ajudar no tratamento de sua esposa, Lincão empreendeu esforços para localizar a relíquia. Ele solicitou a ajuda de familiares em Barão de Cocais, cidade onde vivem seus pais, para procurar a camisa na casa onde sua mãe, Nilza Dias Alves, ainda reside.

Eles consideraram diferentes opções para disponibilizar a camisa de Pelé, Lincão e sua família decidiram seguir o caminho do leilão.

Em vez de vendê-la diretamente a um colecionador, eles optaram por contar com a expertise do Leilão do Esporte, uma empresa especializada em artigos esportivos que realiza leilões online. Para facilitar o processo, a família também fez parceria com a plataforma digital Mercado Bom Valor.

Agora, interessados em adquirir essa peça histórica podem participar do leilão por meio da internet, com lances iniciais a partir de R$ 90 mil.

O leilão está em andamento e seguirá até as 15 horas do dia 14 de junho. Essa oportunidade permite que os fãs de futebol e colecionadores tenham a chance de adquirir um item único e, ao mesmo tempo, contribuir para a causa nobre de auxiliar no tratamento de Adir.

Fonte: Fonte: R7