Caixa liberou saques para desempregados, veja como consultar

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

A Caixa liberou o saque extraordinário do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) de até R$ 1 mil das contas ativas e inativas vinculadas ao fundo.

Foi liberado ainda o saque para o trabalhador, sem emprego de carteira assinada, há pelo menos três anos, que também poderá sacar todo o dinheiro que possui.

Importante lembrar que o saque, por estar desempregado há três anos é uma situação totalmente diferente, de quando o trabalhador saca o FGTS após ser demitido sem justa causa.

O trabalhador deverá observar que cada emprego de carteira assinada gera uma conta diferente, em seu nome, que é vinculada ao Fundo de Garantia.

Em relação aos empregos anteriores elas são chamadas de contas inativas (porque não recebem mais depósitos), enquanto são chamadas de ativas a conta do emprego atual (ativa porque recebe novos depósitos).

Quando o trabalhador é demitido sem justa causa do emprego ele não pode sacar todo o saldo do FGTS, mas sim o saldo que está vinculado ao emprego, ou seja, da conta que estava ativa. Dessa forma, caso o trabalhador tenha depósitos de empregos anteriores, esse saldo ainda ficará preso ao FGTS.

Saque do FGTS para desempregados

De acordo com as regras, para o trabalhador que está sem exercer atividade de carteira assinada, por pelo menos três anos (seguidos), há o direito de sacar o saldo total do FGTS, seja de conta do último emprego como das contas inativas.

O saque nessa situação é bem simples, e será preciso seguir esses dois critérios:

  • Estar sem trabalho de carteira assinada há pelos menos três anos seguidos;
  • A solicitação deve ser feita a partir do mês de aniversário do trabalhador, após completar pelo menos três anos sem registro em carteira.
    • Neste caso, o pedido deve ser feito junto à Caixa Econômica Federal, onde será exigido que o trabalhador apresente sua documentação de identificação, o número do PIS/NIT/Pasep e a carteira de trabalho que comprove que está há pelo menos três anos sem registro.

Como saber meu saldo do FGTS?

A melhor forma de fazer a consultar do saldo disponível nas contas do FGTS é pelo aplicativo de celular do próprio FGTS, disponibilizado pela Caixa Econômica Federal.

Veja como realizar a consulta:

O cidadão deverá:

  • Baixar o aplicativo no seu celular Android ou iOS;
  • Abrir o app, clicar em “Entrar no aplicativo” e “Continuar”;
  • Informar seu CPF e toque em “Próximo”;
  • Digitar sua senha e vá em “Entrar” (caso não tenha senha ou tenha perdido será possível recuperar pelo próprio app);
  • O trabalhador verificará na tela inicial, que aparecerão informações relativas às empresas que trabalhou;
  • O saldo e valores depositados serão exibidos no topo da tela, clique sobre ele para ver as movimentações.

Está precisando um Cartão de Crédito?

Cartão de Crédito Santander SX

Você sabia que o Santander oferece cartão de crédito sem anuidade? Para conseguir o benefício é preciso gastar R$ 100 em compras ou cadastrar CPF e celular como chaves Pix no Santander.

Veja mais benefícios do cartão de crédito Santander SX:

  • Cartão Online: faça compras na internet antes do seu cartão físico chegar
  • Santander Pass: seu cartão em forma de pulseira, tag para relógio e adesivo.
  • Aproximou, pagou.
  • App Way: acompanhe seus gastos em tempo real e controle seu limite de onde estiver.
  • Descontos em diversos parceiros Esfera.
  • Vai de Visa: tenha acesso a ofertas especiais em lojas e restaurantes.
  • Saque de dinheiro no crédito: faça saques na função crédito e pague só quando chegar a fatura.
  • Parcelamento de fatura em até 24x: tenha mais flexibilidade para pagar a fatura do seu cartão.

Veja mais informações sobre o cartão de crédito Santander SX



Fonte: Fonte: R7