A dieta dos peixes influencia o sabor da sua carne, explica biólogo


Na pesca esportiva, diversos peixes se destacam devido à sua popularidade, que pode ser por conta da luta que oferecem, o tamanho impressionante ou a raridade.

Na gastronomia, algumas espécies de pescado também se sobressaem. Nesse sentido, surge a questão: a dieta do peixe afeta o sabor da sua carne quando consumido?

De acordo com informações fornecidas pelo biólogo e professor da UEMS (Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul) José Sabino, o sabor da carne dos peixes está, de fato, profundamente relacionado com a dieta desses animais.

Isso é válido tanto para os peixes considerados “mais saborosos” quanto para os considerados “menos saborosos”. No Brasil, podemos encontrar uma ampla diversidade de espécies de peixes, com aproximadamente 5.000 variantes de água doce e 1.400 espécies marinhas.

No entanto, entre todas essas variedades, algumas se destacam e são particularmente apreciadas tanto no mercado de peixes quanto em restaurantes. Alguns exemplos notáveis incluem o pirarucu, o tucunaré, a traíra, o namorado e a garoupa.

O que os peixes comem influencia no sabor da sua carne

A explicação para a relação entre a dieta e o sabor da carne dos peixes reside na composição química dos alimentos que eles consomem.

Os peixes que se alimentam de presas específicas ou que têm uma dieta rica em certos nutrientes podem desenvolver características de sabor distintivas.

Por exemplo, peixes que se alimentam de organismos marinhos, como camarões e moluscos, muitas vezes têm uma carne mais delicada e saborosa devido à influência desses alimentos em sua dieta.

Como já foi citado, a dieta desempenha, sim, um papel fundamental na determinação do sabor da carne dos peixes. Isso pode explicar por que algumas espécies são tão valorizadas na culinária devido ao seu sabor excepcional.

Por fim, o professor José Sabino também esclareceu que essa observação não se limita apenas aos animais carnívoros.

Ele exemplificou com o tambaqui, um parente amazônico do pacu, que tem uma dieta rica em frutos, como castanhas-do-Brasil e coquinhos que caem na água das matas inundadas.

Esses peixes são conhecidos pelo sabor delicado de sua carne, e, em alguns casos, a gordura próxima à carne pode até mesmo liberar o aroma característico das castanhas.



Portal R7