WhatsApp está testando recurso para proteger backups de conversas com senha, diz site | Blog do Altieres Rohr

0
20


O WhatsApp está testando uma mudança na segurança dos backups para permitir que usuários configurem uma senha de proteção, de acordo com o site “WABetaInfo”, especializado em novidades do aplicativo.

Os backups do WhatsApp podem ser salvos em um serviço de armazenamento em nuvem – Google Drive, em celulares Android, ou iCloud, no iPhone. Essa cópia das mensagens é recuperada após a troca ou redefinição do smartphone.

A realização do backup é opcional. Sem o backup, não é possível recuperar mensagens antigas após migrar de um aparelho celular para outro, ou após redefinir o sistema por qualquer razão.

Como backup do WhatsApp precisa estar disponível para um telefone sem dados prévios da conta, ele também pode ser acessado por outras invasores ou investigadores que tiverem acesso ao serviço de armazenamento em nuvem e à conta do WhatsApp.

Todas as mensagens e chamadas de voz e vídeo são criptografadas pelo WhatsApp de modo que apenas o destinatário possa ser capaz de decifrar o conteúdo. Até hoje, não foi demonstrado nenhum método capaz de violar essa segurança.

Nesse cenário, o backup se tornou o ponto mais frágil para o acesso às comunicações do WhatsApp, desde que o invasor acesse a conta Google ou Apple onde o backup foi guardado.

O aplicativo de comunicação Signal, cuja criptografia foi usada de base para a do WhatsApp, não realiza backups em nuvem. O aplicativo também exige que o usuário configure uma senha de 30 posições ao realizar um backup.

Configurações de backup no WhatsApp para Android. — Foto: Reprodução

Portanto, a decisão do WhatsApp de permitir backups na nuvem e sem senha privilegiou a facilidade de uso e a conveniência dos usuários, ainda que não estivesse em linha com as demais características de segurança do Signal que serviram de inspiração ao WhatsApp.

De acordo com o “WABetaInfo” o WhatsApp vai exigir uma senha de oito posições (e não 30, como o Signal). O aplicativo também deve alertar o usuário de que as mensagens não poderão ser recuperadas caso a senha seja esquecida.

As informações do WABetaInfo têm por base as versões de teste (“beta”) do WhatsApp. Os recursos dessas versões normalmente chegam à versão oficial do aplicativo, mas ainda é possível que a ideia seja abandonada.

Mesmo que ela realmente chegue ao aplicativo, não se sabe quando isso vai acontecer.

A possibilidade de configurar uma senha no backup pode aumentar ainda mais as pressões legais sobre o WhatsApp, já que vai remover uma das possibilidades disponíveis para que a polícia acesse mensagens trocadas no aplicativo.

Dúvidas sobre segurança, hackers e vírus? Envie para [email protected]

Entenda a política de privacidade do WhatsApp:

Seis perguntas sobre a nova política de privacidade do WhatsApp
Seis perguntas sobre a nova política de privacidade do WhatsApp

Seis perguntas sobre a nova política de privacidade do WhatsApp



Fonte: G1