Wall St salta com varejistas melhorando perspectivas e alívio em temor sobre Fed

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Por Stephen Culp

(Reuters) – Wall Street fechou em forte alta nesta quinta-feira, depois que uma série de perspectivas otimistas traçadas por varejistas e um alívio nas preocupações com um aperto excessivamente agressivo da política monetária do banco central dos Estados Unidos colocaram investidores em clima de compra.

O índice S&P 500 fechou em alta de 1,99%, a 4.057,84 pontos. O Dow Jones subiu 1,61%, a 32.637,19 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite avançou 2,68%, a 11.740,65 pontos.

Os três principais índices de ações dos EUA registraram ganhos sólidos. Os economicamente sensíveis papéis de consumo discricionário e fabricantes de microchips superaram o mercado mais amplo.

Na semana, os índices S&P 500, Nasdaq e Dow Jones estão a caminho de encerrar suas mais longas sequências de perdas em décadas, durante as quais o S&P despencou 14,1% e se aproximou da confirmação de um mercado em baixa –queda de 20% desde a máxima recente.

“Com as divulgações dos balanços do primeiro trimestre praticamente encerradas e vindo melhores do que o esperado e a indicação de que o Fed adotará ajustes mais intensos no período inicial do seu ciclo de aperto dos juros, com sugestão de pausa no outono (norte-americano)… Tudo isso deu a investidores razão para se sentirem otimistas”, disse Sam Stovall, estrategista-chefe de investimentos da CFRA Research em Nova York.

A operadora de lojas de departamento Macy’s Inc saltou 19,3%, depois de aumentar sua previsão de lucro anual.

As redes de lojas de preços baixos Dollar General Corp e Dollar Tree avançaram 13,7% e 21,9%, respectivamente, após elevação em suas estimativas anuais de vendas, sugerindo que os consumidores estão comprando produtos mais baratos em meio à inflação mais alta em décadas.

Dos 11 principais índices do S&P 500, todos, exceto o imobiliário, encerraram o pregão em alta. Consumo discricionário liderou os ganhos ao avançar 4,8%. Já tecnologia e finanças valorizaram 2,5% e 2,3%, respectivamente.







Fonte: Mix Vale