Veículo SUV resgatado do Afeganistão em avião e causa polêmica na internet

0
20


Se você se encaixa em algum desses casos: perda, roubo ou furto do comprovante de vacinação da covid-19, fique calmo! As vacinas CoronaVac, AstraZeneca e Pfizer exigem que sejam tomadas duas doses para completar o esquema vacinal contra a covid-19.

Leia também: Em novo IPO, Nubank quer atingir R$ 532 bi e superar Itaú

É possível solicitar a 2ª via do documento e saber o dia previsto para a segunda dose e o fabricante da vacina tomada. Para isso, o usuário do Sistema Único de Saúde (SUS) pode olhar no comprovante recebido no dia da imunização. Cerca de 107 milhões de brasileiros aguardam o reforço.

Isso pode ser realizado por meio do aplicativo Conecte SUS. A plataforma pode ser acessada diretamente na internet ou ainda baixando o aplicativo nas lojas de app do celular – ele está disponível nos sistemas Android e iOS.

Para o primeiro acesso, será necessário fazer um cadastro e, nos demais, basta inserir o CPF e uma senha.

Comprovante de vacinação

O comprovante de vacinação é documento obrigatório para tomar a 2ª dose e é solicitado nos postos de imunização da capital. O documento passou também a ser exigido na entrada de shows, conforme o decreto municipal em vigor em cada cidade do país.

Entenda como funciona nas principais capitais do país.

São Paulo

O comprovante de vacinação pode ser acessado na versão digital por meio do aplicativo Poupatempo Digital. Na plataforma, estão disponíveis três funcionalidades da vacinação contra a covid-19: o pré-cadastro, a carteira de vacinação digital e a validação do certificado de vacinação.

Podem ser acessadas informações como: doses, data da vacinação, profissional vacinador, nome e registro do local, fabricante e o número do lote da vacina aplicada. É possível baixar e fazer a impressão da carteira digital, caso seja necessário. O documento vem com um QR Code, que comprova os dados do cidadão.

Rio de Janeiro

Na capital fluminense, quem perdeu o cartão com o registro da primeira dose deve se dirigir ao posto em que se vacinou para pegar a segunda via. A prefeitura orienta que essas informações também podem ser acessadas por meio do aplicativo Conecte SUS.

Distrito Federal

O usuário pode entrar em contato com a Ouvidoria do governo do Distrito Federal ou procurar a UBS à qual esteja vinculado, para que seja feita uma consulta no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI).

Em geral, os dados podem ser resgatados no sistema. Caso as informações não estejam lançadas no SI-PNI, o usuário deve procurar o coordenador do posto de vacinação em que tomou a primeira dose e relatar a situação.



Fonte: R7