UFJF aprova política de incentivo à inovação, ao empreendedorismo e às parcerias com empresas | Zona da Mata

0
13


O Conselho Superior (Consu) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) aprovou no fim do mês de abril a Política de Inovação da instituição. A informação foi divulgada na quarta-feira (26) e a medida tem o objetivo de incentivar a inovação, o empreendedorismo e as parcerias com empresas públicas e privadas.

A Política de Inovação foi anunciada pelo diretor de Inovação, Fabrício Campos, e pelo reitor da UFJF, Marcus Vinicius David, durante o evento de comemoração pelo aniversário de 26 anos do Centro Regional de Inovação e Transferência de Tecnologia (Critt).

De acordo com a UFJF, o documento visa “estimular a produção científica e tecnológica, valorizar a cultura inovadora e promover o empreendedorismo, além de estabelecer as orientações para o compartilhamento de infraestrutura, acordos de parceria para pesquisa, desenvolvimento e inovação e para prestação de serviços tecnológicos”.

A Política de Inovação aprovada foi publicada por meio de três dispositivos normativos do Consu. Os instrumentos entraram em vigor na data da publicação, mas preveem um período de transição e adequação de 45 dias para os acordos que já se encontram em tramitação.

Com a nova Política de Inovação da UFJF, a instituição amplia as possibilidades de beneficiar a sociedade, uma vez que torna uniformes os processos que envolvem o Critt, a UFJF e os parceiros, o que deixa claro, como devem ser estabelecidas as parcerias.

Para esclarecer as dúvidas das comunidades acadêmica e externa quanto às questões que envolvem a Política de Informação da UFJF, o Critt vai realizar dois eventos remotos:

“CrittTalk – Como a UFJF te ajuda a inovar?” – comunidade acadêmica

  • Dia: 15 de junho
  • Horário: 15h
  • Local: Canal do Critt no YouTube

“CrittTalk – Como a UFJF te ajuda a inovar?” – comunidade externa

  • Dia: 16 de junho
  • Horário: 17h
  • Local: Perfil do Critt no Instagram

VÍDEOS: veja tudo sobre a Zona da Mata e Campo das Vertentes



Fonte: G1