Trigo estende ganhos para pico de 6 semanas com oferta apertada nos EUA, soja recua

0
8


Por Julie Ingwersen

CHICAGO (Reuters) – Os contratos futuros do trigo nos EUA atingiram uma máxima de seis semanas nesta sexta-feira, com forte alta pelo segundo dia consecutivo devido aos números de estoques e produção menores do que o esperado do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA, na sigla em inglês).

Os futuros do milho seguiram a alta do trigo, enquanto a soja caiu para mínima de diversos meses depois que o USDA divulgou, na quinta-feira, estoques da oleaginosa acima das expectativas.

Na bolsa de Chicago, o trigo fechou em alta 29,75 centavos de dólar, para 7,5525 dólares por bushel após atingir 7,5850 dólares, a máxima desde 17 de agosto.

O milho para dezembro fechou em alta 4,75 centavos de dólar em 5,4150 dólares o bushel, enquanto a soja para novembro recuou 9,50 centavos de dólar para encerrar em 12,4650 dólares o bushel, após tocar 12,42 dólares, a mínima em um período contínuo do gráfico do contrato mais ativo desde 22 de dezembro.

O trigo foi o maior movimento do dia, com os futuros de dezembro subindo cerca de 4% depois que o USDA divulgou na véspera os estoques de trigo nos EUA até 1º de setembro, em uma mínima de 14 anos, e também cortou sua estimativa da safra para o cereal de 2021 no país, além do que a maioria dos analistas esperava.

“O trigo terá uma oferta muito limitada e poderá ser o líder (no mercado futuro) no inverno e na primavera (hemisfério norte), até que tenhamos um novo ciclo de safras que possam estar disponíveis para exportação”, disse Craig Turner, corretor agrícola sênior da Daniels Trading.

(Reportagem de adicional de Gus Trompiz em Paris e Colin Packham em Canberra)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH902F3-BASEIMAGE










Fonte: Mix Vale