Trigo avança em Chicago com danos à safra dos EUA causados pelo clima

0
10


Por Christopher Walljasper

CHICAGO (Reuters) – Os contratos futuros do trigo negociados em Chicago avançaram nesta terça-feira para um pico de dois meses, após dados oficiais ressaltarem as más condições para o cereal de primavera nos Estados Unidos atingido pela seca.

O milho subiu após classificação da safra semanal feita pelo governo vir abaixo do esperado e chamar a atenção de volta às condições de seca em partes do Meio-Oeste americano.

A soja se recuperou depois de ser pressionada pela queda dos preços do petróleo na segunda-feira, sustentada pela previsão de clima quente e seco em todo o Meio-Oeste dos EUA, antes do importante período de crescimento do verão (do Hemisfério Norte). [O/R]

Os contratos futuros mais ativos do trigo avançaram 2,75 centavos de dólar, para 7,0050 dólares por bushel, após atingir a máxima desde 18 de maio, em 7,18 dólares.

Já o milho subiu 13,50 centavos de dólar, para 5,6575 dólares por bushel, enquanto a soja avançou 15,75 centavos de dólar, para 13,8850 dólares.

O Departamento de Agricultura dos EUA (USDA na sigla em inglês), em relatório divulgado após o fechamento do mercado na segunda-feira, avaliou 11% do trigo de primavera dos EUA em bom/excelente, abaixo dos 16% da semana anterior e aquém da estimativa dos analistas de 15%.

“Essa safra está sendo destruída”, disse John Zanker, analista de mercado da Risk Management Commodities.

(Por Christopher Walljasper; reportagem adicional de Gus Trompiz em Paris e Colin Packham em Camberra)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH6J197-BASEIMAGE










Fonte: Mix Vale