Tira dúvidas do IR 2021: plano de saúde, mãe como dependente, restituição | Imposto de Renda 2021

0
41


O prazo para fazer a declaração do Imposto de Renda 202 está chegado ao fim – mas os contribuintes seguem com dúvidas sobre o preenchimento do documento.

Para ajudar nessa tarefa, a pedido do G1, o especialista em imposto de renda da consultoria EY, Antonio Gil, vai responder todas as semanas, durante todo o prazo de declaração, a 15 perguntas dos leitores. Serão 3 perguntas por dia, de segunda a sexta.

1) Pergunta: Antecipei o pagamento de uma parcela do Plano de Saúde que venceria em janeiro, paguei em dezembro. Essa parcela deve ser declarada conforme a data de pagamento ou a data de vencimento? (Adilson Oliveira Costa)

Resposta: Note que os pagamentos a planos de saúde são cruzados na Receita Federal, considerando o declarado por você, e também pelas fontes que receberam, nesse caso o plano de saúde. O plano provavelmente irá declarar de acordo com o período (mês) a que se refere o pagamento (vide o boleto). Portanto, vale entrar em contato com a seguradora de saúde e verificar se de fato vão declarar como 2020, ou 2021. Outra solução é seguir o informe/extrato de pagamentos do plano para o ano calendário 2020, onde constam os pagamentos que o plano considerou para 2020, e que serão também informados a Receita Federal.

2) Pergunta: Pago as despesas de alimentação e plano de saúde da minha mãe, portanto, gostaria de declará-la como dependente. Ocorre que no Programa da Receita Federal, ao selecionar a categoria do dependente, consta que o dependente tem que ter recebido até R$ 22 mil no ano. E minha mãe recebeu R$ 26 mil. Como devo fazer? Não poderei declarar minha mãe como minha dependente? (Ana Carla Couto)

Resposta: De acordo com as regras definidas pela Receita Federal, só poderão ser considerados dependentes para o ano calendário 2020, os pais que recebem rendimentos, tributáveis ou não, até o limite de R$ 22.847,76. Sendo assim, considerando que sua mãe recebeu rendimentos acima deste valor, não poderá constar como sua dependente na Declaração.

3) Pergunta: É obrigatório informar a restituição recebida em 2020? Quem já entregou deve fazer uma retificadora? Em qual campo informar? (Fernando Hugo da Cruz Fialho)

Resposta: Sim, é obrigatório. A retificadora é recomendável, embora seja isenta de tributação, a restituição de anos calendários anteriores deve ser informada no campo 25 da ficha de Rendimentos Isentos e não Tributáveis.

Assista as últimas notícias sobre o Imposto de Renda



Fonte: G1