Sony pede registro da marca ‘PlayStation’ no Brasil com negociação de criptomoedas

0
14


A Sony pediu um registro de marca para o PlayStation no Brasil, citando até a negociação de criptomoedas entre usuários. Publicamente, a empresa japonesa já havia mencionado o Bitcoin em maio de 2021.

A nova informação sobre o pedido da Sony no Brasil foi publicada pelo Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI), em sua revista RPI.

Vale notar que grandes empresas da indústria de games estão se envolvendo com o mercado de criptomoedas. Na última semana, por exemplo, a EA Sports publicou uma vaga para contratar um diretor sênior com experiência em blockchain e NFTs.

Como começou o interesse da Sony no Bitcoin?

De acordo com informações do Benzinga, o interesse da Sony no Bitcoin começou em maio de 2021, quando um registro de patente da marca foi percebido pelos fãs, já citando a maior moeda digital.

Listada na NYSE nos Estados Unidos, mas com sede no Japão, a Sony é uma das principais empresas do ramo de games do mundo. O console PlayStation então é o carro chefe da empresa, atualmente na versão 5.

Segundo apuração, a patente da Sony permitiria que os usuários pudessem apostar em jogos com criptomoedas, enquanto assistem a partidas em tempo real. Ou seja, há um interesse da marca setor de moedas digitais, que pode ser mais uma funcionalidade para os jogadores.

Marcas como a Ubisoft também já estão observando o setor, com parceria com a Tezos.

O que diz o registro da Sony no Brasil para a marca PlayStation, que prevê até a negociação de criptomoedas entre usuários?

A PlayStation no Brasil poderá agora receber seu registro junto ao INPI, após um pedido da Sony em março de 2021, atendendo ao Protocolo de Madri, que prevê o uso de marcas em 120 países.

No registro da Sony, a marca PlayStation teria a previsão de até permitir a negociação de criptomoedas entre usuários, segundo consta no site do INPI. Essa possibilidade não tem muitos detalhes, mas pode ter relação com a patente da empresa envolvendo o Bitcoin.

“Negociação de criptomoeda para uso por membros de uma comunidade online através de uma rede mundial de computadores; serviços de troca de criptomoeda para uso por membro de uma comunidade online através de uma rede mundial de computadores. (da classe 36)”.

Sony pede registro para negociação de criptomoedas no PlayStation no Brasil
Sony pede registro para negociação de criptomoedas no PlayStation no Brasil/INPI

Vale notar que o processo no INPI está em sua fase inicial, que é quando está aguardando oposições em até 60 dias a partir desta terça. Mesmo assim, o pedido é promissor visto que se trata de uma grande marca do setor de games.

O Livecoins procurou a Sony para questionar o que esse registro muda para os jogadores de PlayStation, mas não recebeu retorno até o fechamento desta matéria e o espaço permanece em aberto.





Fonte: R7