Samsung lança novo Galaxy Note para enfrentar Huawei e Apple

0
19



O aparelho começa a ser vendido em 21 de agosto em cerca de 70 países, com a versão básica custando US$ 999. G1 apurou que modelo ainda não tem data para chegar ao Brasil. Novo Samsung Note lançado 05 de agosto
Divulgação
A Samsung Electronics lançou nesta quarta-feira (5) o novo modelo do Galaxy Note, na esperança de recuperar terreno contra as rivais Huawei e Apple.
O celular premium anterior da Samsung anterior foi o S20, lançado em fevereiro, mas desde então a companhia perdeu a liderança no mercado de smartphones para a Huawei, já que as pessoas estão optando por aparelhos mais baratos diante da queda da renda causada pelo isolamento social.
O novo Note 20 possui tela maior e conectividade 5G, além de recursos avançados de escrita com a caneta S-Pen e acesso a mais de 100 jogos de consoles e computador através de uma conexão com serviço de nuvem do Xbox, da Microsoft.
O aparelho começa a ser vendido em 21 de agosto em cerca de 70 países, com a versão básica custando US$ 999, em comparação aos US$ 949 dólares de seu antecessor. O G1 apurou que modelo ainda não tem data para chegar ao Brasil.
“É um momento incerto para lançar um novo dispositivo premium, considerando os ambientes competitivos e econômicos desafiadores”, disse Paolo Pescatore, analista da PP Foresight Tech. Ele acrescentou que o preço alto pode ser um obstáculo para alguns consumidores.
Competição
É pouco provável que usuários da Apple mudem para o novo modelo da Samsung, já que o iPhone 5G será lançado ainda este ano, dizem analistas.
A Samsung teve queda anual de 29% nas vendas de smartphones no segundo trimestre, a maior retração entre as principais empresas do setor, de acordo com a empresa de pesquisa de mercado IDC. A Apple, que lançou o iPhone SE no período, teve alta de 11% nas vendas no ano, enquanto a Huawei teve queda de 5%.
O mercado global de smartphones encolheu cerca de 16% em relação ao ano anterior no segundo trimestre devido às medidas de isolamento social e cautela dos consumidores, uma contração maior do que a registrada no primeiro trimestre. Segundo a IDC, uma leve recuperação pode ocorrer neste semestre.


Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui