Saiba quais empresas devem pagar dividendos antes da reforma do IR

0
17


Comprar um carro confiável é uma tarefa que ficou facilitada por meio da internet. É possível pesquisar por modelos de veículos que trazem segurança e honestidade em sua fabricação. Contudo, alguns motoristas se esquecem que uma linha de veículos possui diversas versões. É aí onde mora o perigo.

Leia mais: Cubo Itaú oferece mais de 1.500 vagas de emprego em suas empresas

Às vezes um determinado carro é bastante confiável, com exceção de uma de suas versões. Sabe aquele modelo esportivo top lançado uma única vez, raro de se encontrar e que custa barato? Pois é, o baixo preço já é uma das denúncias do risco em se comprar. Afinal, se o carro na versão comum é mais caro do que na esportiva, algo deve ter errado.

Aliás, nem sempre precisa ser uma versão mais top, alguns defeitos de fábrica estragam o automóvel. Isso quando não colocam em risco a integridade física dos ocupantes.

Confira 5 versões “frias” de carros confiáveis:

1 – Chevrolet Vectra Elite 2.4

O Vectra fez um grande sucesso desde suas primeiras gerações. Ele rivalizava com grandes sedãs da época, como Ford Fusion e Honda Accord, por exemplo.

O problema é que em 2005, a versão Elite 2.4 veio com um motor extremamente beberrão. Apesar de oferecer 150 cv, o desempenho estava bem abaixo do esperado. Além disso, o consumo de combustível se comparava ao de um V6.

Pois é, ainda mais com a gasolina no preço que está, esta não é uma boa opção entre os sedãs.

2 – Fiat Punto T-Jet

O Punto é um esportivo bastante cobiçado ainda hoje. O acerto de suspensão nesse modelo da Fiat é impecável. Porém, o que peca nesta versão é a construção do motor 1.4 turbo.

Existe um defeito crônico do motor: trinca na caixa quente da turbina e no coletor de escapamento. Ainda que alguns proprietários possam indicar soluções, elas não costumam ser tão baratas.

3 – Ford Fiesta Power Shift

O Ford Fiesta continua sendo uma ótima opção de usado. Sua última versão veio bem equipada e com um motor 1.0 bastante elogiado pelos especialistas.

O problema, na verdade, está na embreagem. Consumidores chegaram a processar fabricantes. Entre as reclamações estão:

“câmbio trepidando, patinando, resistindo, escapando, hesitando ao trocar marchas, tendo desgaste interno prematuro, atrasando nas reduções e, em alguns casos, com acelerações repentinas ou retardadas.”

4 – Volkswagen Golf DSG

O Golf é um dos hatch médios mais amados do Brasil e do mundo. Sua construção sempre foi elogiada e premiada, inclusive.

Contudo, a versão DSG apresentava uma característica da embreagem não ser banhada a óleo. Isso fazia com que seu desgaste ocorresse de modo muito mais rápido do que em outras versões.  

A partir disso, diversos problemas e desconfortos são registrados em relação à transmissão, infelizmente.

5 – Linha M da BMW

A BMW é conhecida pelos seus “8 ou 80”. Quando acerta em um carro, a marca realmente acerta muito tempo. Possui modelos esportivos que deixam os amantes doidos. Porém, quando erra, não economiza esforços.

Diversos motores da linha M da BMW apresentam problemas crônicos no motor. O desempenho e esportividade estão presentes, mas a manutenção vai ser pesada.



Fonte: R7