Restaurante aposta em cortes de peixe que lembram carne | Pequenas Empresas & Grandes Negócios

0
33


O chefe Dário Costa investiu R$ 1,2 milhão para montar o seu novo restaurante e açougue de frutos do mar. Localizado em Santos (SP), o empreendimento é uma das atrações do novo mercado de peixes da cidade, inaugurado há cinco meses.

Como diferencial, Costa aposta em cortes de peixe que lembram churrasco bovino. “A gente tira pedaços do peixe que lembram pedaços de carne, aqui é corte de atum. Ali um carré de dourado. São cortes no peixe imitando o corte da carne”, explica.

Além desses pratos, o cliente também pode experimentar cachorro quente de peixe, salsicha de atum, e por aí vai.

Mercado de peixes espera alta nas ceias

Com pratos exóticos, o restaurante é apenas uma das atrações do mercado da cidade, que chegou em 2020 para substituir o antigo, desativado depois de 38 anos. O arquiteto da prefeitura, Glaucus Farinello, foi um dos responsáveis pelo novo projeto.

“O mercado de peixe era muito característico da cidade de Santos emblemático e carecia de modernização. Tem gente vindo de São Paulo para conhecer mercado de peixe”, diz Farinello.

O mercado tem 20 boxes e movimenta 20 toneladas de pescado por semana. Para usar os boxes, cada comerciante paga R$ 2.235 por mês, mais uma taxa de licença anual. Por dia, o local recebe mais de 500 consumidores.

O comerciante de peixe Edvaldo Nogueira diz que no final do ano o aumento é de 30% a 40% no faturamento. “Apesar da pandemia, a gente tá otimista”, afirma Edvaldo.

Para conservar todos os peixes e frutos do mar, o mercado utiliza 10 toneladas de gelo por dia.

Mercado de Peixes
Avenida Governador Mário Covas, 3.050 – Ponta da Praia
Santos/SP – CEP: 11020-300
Funcionamento: de terça a domingo.
Telefone: (13) 3222-2287

Paru/ Açougue do Mar (dentro do Mercado de Peixes)
Av. Governador Mário Covas Júnior, 3.050 – Ponta da Praia
Santos/SP – CEP: 11020-300
Telefone: (13) 3261-4055
Instagram: @parurestaurante
@acouguedomar

Veja empresas que se superam na pandemia:



Fonte: G1