Profissão trader: migrar para o ramo dos investimentos vale a pena?

0
20
Profissão trader: migrar para o ramo dos investimentos vale a pena?
Ator Márcio Kieling aposta no day trade (Foto: Reprodução/Instagram)

Muitos profissionais perceberam a necessidade de se reinventar em meio à pandemia da Covid-19. Em alguns casos, a reinvenção ocorre na própria área de atuação, por meio de atualizações e inovações. Em outros, é necessário mudar. O mercado financeiro está entre as opções de quem busca novas possibilidades.

O ator Márcio Kieling é uma das pessoas que enxergou no day trading uma oportunidade atrativa. Conhecido pelos trabalhos realizados na televisão, no teatro e no cinema – dentre esses, o de Zezé di Camargo no filme Dois Filhos de Francisco -, ele usou o período longe dos palcos e dos sets de filmagem por conta da pandemia para dedicar-se aos estudos sobre investimentos.

Em entrevista concedida ao portal Exame Invest, em junho deste ano, o astro de Malhação relatou como tem sido a experiência no mercado financeiro, realizando operações de day trade de contratos de mini dólar e mini índice futuro. Segundo ele, o retorno financeiro tem sido positivo, e a expectativa é conciliar a nova atividade com a profissão de ator.

É possível viver como trader?

A história de Márcio Kieling confirma que é possível viver como trader, mas isso requer conhecimento e dedicação. Não há necessidade de formação ou habilitação específica, mas é preciso domínio das informações de mercado.

O trader investe com o objetivo de lucrar com a variação das cotações observadas em curto prazo de tempo. No day trade, como o próprio nome já diz, a manobra é feita em um único dia.

As transações são feitas na Bolsa de Valores, em renda variável, o que implica em maior retorno financeiro, mas também maior risco. Por isso, o conhecimento sobre os ativos, o mercado financeiro, os contextos econômicos nacional e internacional e as estratégias para reduzir as possibilidades de perda são fundamentais. As orientações são da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Quando o trader tem o domínio dessas informações, ele consegue avaliar riscos, comparar taxas de mercado, gerenciar os investimentos e saber a melhor hora de recuar ou avançar nas transações.

Como ser um trader de sucesso

Os requisitos para tornar-se um trader são poucos: ser maior de idade ou emancipado e ter uma conta em uma corretora de investimentos. É por meio dela que serão realizadas as negociações na Bolsa de Valores.

Começar é fácil, mas deve-se ter atenção a alguns fatores para assegurar os bons resultados. O primeiro deles é avaliar se o perfil do investidor é compatível com a atividade. O foco do trader é lucrar com a volatilidade do mercado, o que implica em riscos. Há quem prefira investir em longo prazo e em outros tipos de aplicações.

Também é importante compreender que os resultados são construídos a partir de uma boa gestão dos investimentos, o que implica em saber avaliar riscos e coordenar estratégia para a mitigação de perdas.

A dica de Márcio Kieling é a mesma dos especialistas financeiros: estudar e ter cuidado com as ofertas de falsos mentores. O sucesso de um trader, como em qualquer outra atividade profissional, é fruto de dedicação, prática e construção de um trabalho feito dia após dia.

Todas as nossas reportagens estão em constante atualização. Quem entender (pessoas físicas, jurídicas ou instituições) que tem o direito de resposta acerca de quaisquer de nossas publicações, por ter sido citado ou relacionado a qualquer tema, pode enviar e-mail a qualquer momento para [email protected]

  • ©Plantão dos Lagos
  • Fonte: Experta Midia
  • Fotos: divulgação