Produtores de Porto Feliz apostam no cultivo de legumes e hortaliças | Nosso Campo

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


As parreiras têm uma longa história nas terras do produtor rural Ademir Martins. Ele sabe como ninguém cuidar de cada pé de uva, pois são 40 anos cultivando a fruta.

Mas essa ligação toda com as videiras não foi o bastante para evitar a redução do plantio. Nos últimos anos, a quantidade de pés, que já chegou a 40 mil, diminuiu para oito mil nesta safra.

O produtor explica que essa mudança aconteceu por questões financeiras, já que a cultura da uva rende uma ou duas colheitas no ano, o que dificulta manter uma renda ao longo dos meses.

Foi aí que Ademir começou a apostar um pouco mais nas hortaliças. Por semana, são colhidas, em média, 1.500 caixas de couve-flor. Com essa estratégia, acaba tendo colheita de janeiro a janeiro.

(Vídeo: veja a reportagem exibida no programa em 20/12/2020)

Produtores de Porto Feliz apostam no cultivo de legumes e hortaliças

Produtores de Porto Feliz apostam no cultivo de legumes e hortaliças

Cada cabeça de couve-flor é vendida por R$ 2. Isso livre para o agricultor. A produção, assim como de outras hortaliças, abastece principalmente cooperativas.

Assim como na plantação de uva, o cultivo de hortaliças requer cuidados. Ricardo Martins explica que para colher uma couve-flor vistosa e branquinha é necessário ter um solo bem úmido, desde o plantio até a colheita. Para ajudar nesse processo, eles utilizam o sistema de irrigação.

No sítio da família Leardini, essa mudança também aconteceu. Três anos atrás, ele e o irmão decidiram substituir as videiras e investir nos legumes.

Roberto Leardini conta que chegou a ter 60 mil pés de uvas. Agora trabalha com a cultura de berinjela, abobrinha e pepino.

Sobraram boas lembranças dos tempos das videiras, mas negócio é negócio e, por isso, tudo indica que o plantio de legumes na família de Roberto vai longe.



Fonte: G1