Produtores de Porto Feliz apostam no cultivo de legumes e hortaliças | Nosso Campo

0
63


As parreiras têm uma longa história nas terras do produtor rural Ademir Martins. Ele sabe como ninguém cuidar de cada pé de uva, pois são 40 anos cultivando a fruta.

Mas essa ligação toda com as videiras não foi o bastante para evitar a redução do plantio. Nos últimos anos, a quantidade de pés, que já chegou a 40 mil, diminuiu para oito mil nesta safra.

O produtor explica que essa mudança aconteceu por questões financeiras, já que a cultura da uva rende uma ou duas colheitas no ano, o que dificulta manter uma renda ao longo dos meses.

Foi aí que Ademir começou a apostar um pouco mais nas hortaliças. Por semana, são colhidas, em média, 1.500 caixas de couve-flor. Com essa estratégia, acaba tendo colheita de janeiro a janeiro.

(Vídeo: veja a reportagem exibida no programa em 20/12/2020)

Produtores de Porto Feliz apostam no cultivo de legumes e hortaliças

Produtores de Porto Feliz apostam no cultivo de legumes e hortaliças

Cada cabeça de couve-flor é vendida por R$ 2. Isso livre para o agricultor. A produção, assim como de outras hortaliças, abastece principalmente cooperativas.

Assim como na plantação de uva, o cultivo de hortaliças requer cuidados. Ricardo Martins explica que para colher uma couve-flor vistosa e branquinha é necessário ter um solo bem úmido, desde o plantio até a colheita. Para ajudar nesse processo, eles utilizam o sistema de irrigação.

No sítio da família Leardini, essa mudança também aconteceu. Três anos atrás, ele e o irmão decidiram substituir as videiras e investir nos legumes.

Roberto Leardini conta que chegou a ter 60 mil pés de uvas. Agora trabalha com a cultura de berinjela, abobrinha e pepino.

Sobraram boas lembranças dos tempos das videiras, mas negócio é negócio e, por isso, tudo indica que o plantio de legumes na família de Roberto vai longe.



Fonte: G1