Produtividade de servidores é menor em home office, diz estudo | Concursos e Emprego

0
18


O trabalho remoto, adotado devido à pandemia de Covid-19, afetou a produtividade dos servidores públicos, diz pesquisa realizada pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap) em parceria com a Universidade de Duke, dos Estados Unidos, e o Ministério da Economia.

Os profissionais mais afetados com queda no tempo produtivo são os que têm filhos pequenos, menores de cinco anos. A diminuição de rendimento não é tão expressiva quando os servidores têm crianças maiores ou adolescentes, mostram dados preliminares divulgados nesta sexta-feira (4) pelo Ministério da Economia.

Segundo a pasta, foram registradas cerca de 36 mil respostas de servidores públicos federais do país entre maio e junho. As informações foram coletadas de forma online. O mesmo questionário foi aplicado em 88 países pela Universidade de Duke.

De acordo com a pesquisa, o período de trabalho considerado produtivo está abaixo do ideal: em uma escala de 0 a 12 horas, o ideal seria 6,2 e está em 5,4. O desempenho também é inferior ao declarado antes da pandemia (5,7). As mulheres são as mais afetadas.

Os principais desafios relatados pelos servidores no trabalho remoto são distrações e interrupções e a falta de interação social. Também são apontados problemas tecnológicos e falta de delimitação da fronteira entre vida pessoal e profissional.

Assista a mais notícias de Economia:



Fonte: G1