Produção de petróleo diminui 4,1% em novembro, aponta ANP | Economia

0
12


Segundo a ANP, a redução foi motivada, principalmente, por paradas programadas e/ou causadas por necessidades operacionais de plataformas localizadas nos campos de Búzios, Tupi (localizados no pré-sal da Bacia de Santos), Albacora (Bacia de Campos) e Atlanta (pós-sal da Bacia de Santos).

A produção de gás natural recuou 2,8% no mês em novembro de 2020, para 126 milhões de metros cúbicos diários (m3/dia).

Em relação a um ano antes, houve uma retração de 7,5%. O aproveitamento de gás em novembro foi de 97,5 %. A queima, por sua vez, foi de 3,1 milhões de m³/dia, um aumento de 3,7% ante o mês anterior. Frente a novembro de 2019, houve uma redução de 8,6%.

Somadas, as produções de óleo e gás totalizaram 3,550 milhões de barris de óleo equivalente por dia (BOE/dia) em novembro, uma queda de 3,8% ante outubro e de 10,1% na comparação anual.

O pré-sal respondeu por 68,3 % da produção nacional. Ao todo, foram produzidos, na região, 2,422 milhões de BOE/dia, sendo 1,920 milhão de barris/dia de petróleo e 79,808 milhões de m3/dia de gás natural. No total, houve redução de 4,4% na produção de óleo e gás no pré-sal, em relação a outubro de 2020 e de 6,4% em relação a novembro de 2019.

Ainda de acordo com a ANP, em novembro 34 campos permaneceram com suas respectivas produções temporariamente interrompidas devido aos efeitos da pandemia de Covid-19, sendo 17 marítimos e 17 terrestres. Ao todo, 60 instalações marítimas permaneceram com produção interrompida. Não houve alteração em relação ao mês anterior.



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui