Produção de caqui fuyu deve ser menor este ano em Piedade | Nosso Campo

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Amarelinhos e prontos para serem colhidos. Assim estão os caquis do sítio em Piedade (SP) com 1,2 mil pés da fruta.

A variedade cultivada é a fuyu, que tem uma consistência mais firme. A textura crocante agrada o paladar de quem não gosta da fruta madura e com a polpa muito mole. Esse tipo de caqui também tem uma durabilidade maior e pode ficar até 15 dias armazenados antes do consumo.

Mas neste ano, o clima atrapalhou a produção. O pomar sofreu com o aparecimento da cercosporiose, a principal doença do caquizeiro.

(Vídeo: veja a reportagem exibida no programa em 27/03/2022)

Produção de caqui fuyu deve ser menor este ano em Piedade (SP)

O caqui garante até dois meses de renda para o dono do sítio. A produção é vendida no comércio da região e também na Ceagesp da cidade de São Paulo.

O município de Piedade é um dos principais produtores dessa variedade de caqui, mas a atividade vem diminuindo nos últimos anos. Em 2020, os produtores colheram pouco mais de quatro mil toneladas.

Em outro sitio os pés de caqui já estão carregados, prontos para colheita. São cinco variedades plantadas. O grosso da colheita é feito mesmo pelos visitantes. Há 15 anos a propriedade está na rota do turismo rural de Piedade. A expectativa é receber 10 mil pessoas desta vez.

VÍDEOS: veja as reportagens do Nosso Campo



Fonte:G1