Príncipe Harry e Meghan viram sócios de empresa de investimentos sustentáveis | Economia

0
13


O príncipe Harry e Meghan Markle, duque e duquesa de Sussex, tornaram-se sócios da Ethic, uma empresa americana de investimentos sustentáveis. O casal era investidor da firma, mas decidiu ampliar sua participação para dar suporte à agenda ambiental.

Fundada em 2015, a Ethic é conhecida por gerir mais de US$ 1,3 bilhão em fundos e carteiras de ações de empresas que sigam aos preceitos ESG (sigla em inglês para ambiental, social e governança). Em suma, é um conjunto de critérios que tentam combinar desenvolvimento econômico e meio ambiente.

“O príncipe Harry e Meghan compartilham muitos valores conosco e, suspeitamos, com muitos de vocês também. É por isso que estamos tão entusiasmados por eles se juntarem a nós como parceiros de impacto”, diz nota da Ethic

“Eles estão profundamente empenhados em ajudar a resolver as questões definidoras de nosso tempo — como clima, igualdade de gênero, saúde, justiça racial, direitos humanos e fortalecimento da democracia — e entendem que essas questões estão intrinsecamente interligadas”, segue o texto.

Além, é claro, de aportar dinheiro na agenda ESG, Harry e Meghan anunciaram a sociedade com a Ethic para trazer mais luz aos investimentos sustentáveis.

O casal falou ao jornal “The New York Times” que pretende democratizar os conceitos e fazer dos investimentos verdes uma parte da “cultura pop” como os grandes nomes do mercado financeiro tradicional não conseguiriam.

“Você já tem a geração mais jovem gastando seus dólares e suas libras, em todo o mundo, em marcas que eles selecionam e escolhem”, disse Harry ao jornal, sugerindo que esse conceito também se ampliará aos investimentos.

Entenda homenagem no nome da filha do Príncipe Harry e Meghan

Entenda homenagem no nome da filha do Príncipe Harry e Meghan

Harry e Meghan romperam totalmente os laços profissionais com a família real britânica em fevereiro, ao dizer à rainha Elizabeth II que eles não voltariam a trabalhar como membros da monarquia. Desde então, o duque e a duquesa de Sussex se mudaram para a Califórnia (EUA) e fundaram uma produtora.

O casal assinou um contrato com a Netflix para produzir filmes, documentários, séries e programas infantis, e podem até aparecer em frente às câmeras. Apesar do sucesso na série “Suits”, que terminou em 2019, Meghan deixou claro que não tem planos de voltar a atuar.

Além da parceria, Harry e Meghan também lançaram um podcast, Archewell Audio, ao lado do Spotify.

Harry, inclusive, está escrevendo um livro de memórias que será publicado no final de 2022, informou a editora Penguin Random House. O livro fornecerá um “relato definitivo das experiências, aventuras, perdas e lições de vida que ajudaram a moldá-lo”, disse a editora.



Fonte:G1