Presidente e cofundador do grupo ByteDance, dono do TikTok, vai deixar o cargo | Tecnologia

0
15


O presidente e cofundador do grupo chinês ByteDance, proprietário do aplicativo TikTok, anunciou nesta quinta-feira (20) que vai deixar o cargo, em um momento de crescente controle de Pequim sobre as empresas de tecnologia.

Com uma fortuna avaliada em US$ 36 bilhões, Zhang Yiming era a 9ª pessoa mais rica da China em 2020, segundo o ranking da revista Forbes.

Em um e-mail enviado aos funcionários, Zhang afirma que deseja dedicar-se à “estratégia de longo prazo” do grupo.

“Na realidade, não tenho as qualidades necessárias para um executivo ideal (…) não sou muito sociável, prefiro as atividades solitárias como a internet, ler, ouvir música e sonhar acordado sobre o que é possível”, escreveu Zhang Yiming na mensagem incomum para um empresário chinês.

Zhang, que tem 38 anos, passa o comando do grupo a Liang Rubo, também cofundador do Bytedance e até agora diretor de recursos humanos. Os dois sócios definiram um período de transição para os próximos seis meses.

Zhang Yiming, cofundador da ByteDance, em Palo Alto, na Califórnia, EUA, em 4 de março de 2020. — Foto: REUTERS/Shannon Stapleton

A saída acontece no momento em que as autoridades chinesas exercem um controle cada vez maior sobre o setor de internet para limitar a influência das grandes empresas de tecnologia.

Em abril, a gigante do comércio eletrônico Alibaba foi multada em US$ 2,8 bilhões, um valor recorde, por abuso de posição dominante.

O fundador da empresa, o carismático Jack Ma, praticamente desapareceu dos eventos públicos depois de criticar, em outubro, as autoridades nacionais de regulamentação financeira.

Doze empresas do setor digital, incluindo o grupo ByteDance, também foram multadas em março por desrespeito às regras de concorrência.

Em novembro do ano passado, a agência “Bloomberg” informou que a Bytedance planejava abrir o capital na Bolsa de Hong Kong de algumas de suas atividades para arrecadar quase dois US$ 2 bilhões.

Zhang Yiming foi um dos fundadores da ByteDance em 2012 em Pequim. A empresa é muito conhecida pelo TikTok, aplicativo muito popular entre os adolescentes de todo o mundo e que tem um bilhão de usuários.

TikTok: o aplicativo chinês que conquistou milhões de usuários

TikTok: o aplicativo chinês que conquistou milhões de usuários

O app é muito popular nos Estados Unidos, onde o governo do ex-presidente Donald Trump incluiu o grupo ByteDance em uma lista sob suspeita de ser uma ferramenta de espionagem chinesa, o que a empresa nega. As restrições ao aplicativo não foram para frente..

Na Índia, o TikTok foi proibido em junho do ano passado em nome da segurança nacional.

O TikTok existe na China sob a forma de um aplicativo equivalente com o nome Douyin.

O grupo tem mais de 60.000 funcionários em 30 países e Zhang anunciou no ano passado a contratação de mais 40.000 pessoas.



Fonte: G1