Preços do café avançam mais de 2% na ICE, açúcar bruto recua

0
13


Por Marcelo Teixeira e Nigel Hunt

NOVA YORK/LONDRES (Reuters) – Os contratos futuros do café na ICE fecharam em alta de mais de 2% nesta quarta-feira, com gargalos no transporte continuando a impactar o fluxo de grãos, enquanto o fortalecimento da moeda brasileira também ofereceu suporte.

Os preços do açúcar bruto recuaram.

CAFÉ

* O café arábica para setembro fechou em alta de 4,35 centavos de dólar, ou 2,9%, em 1,566 dólar por libra-peso.

* Operadores afirmaram que o mercado ofereceu apoio em parte pelo fortalecimento da moeda no maior produtor, Brasil , ante ao dólar.

* O real mais forte limita produtores e exportadores de vender café arábica precificado em dólar, reduzindo os retornos em termos de moeda local.

* O mercado também permaneceu sustentado por gargalos que atrasaram embarques nos principais produtores, Brasil e Vietnã.

* Um corretor baseado no Brasil afirmou que a disponibilidade de contêineres era particularmente difícil na rota do Sul para a América do Norte.

* O café robusta para setembro avançou 45 dólares, ou 2,6%, em 1.762 dólares a tonelada.

AÇÚCAR

* O açúcar bruto para outubro fechou em queda de 0,15 centavo de dólar, ou 0,9%, em 16,93 centavos de dólar por libra-peso.

* Operadores disseram que os preços parecem propensos a se consolidar no curto prazo, depois de se recuperarem na terça-feira, após atingir a baixa de duas semanas de 16,73 centavos.

* “Atualmente o viés é neutro”, disse um corretor americano, acrescentando que apenas uma nova deterioração da safra brasileira parece capaz de colocar o mercado novamente em alta.

* Açúcar branco para agosto fechou em alta de 1,40 dólar, ou 0,3%, em 425,30 dólares a tonelada.

(Por Marcelo Teixeira e Nigel Hunt)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH6D1A1-BASEIMAGE










Fonte: Mix Vale