Preços de alimentos e combustíveis dispararam; veja itens que mais subiram nos 12 meses até setembro | Economia

0
32


Essa alta é mais visível nos supermercados e nos postos de gasolina: a maior parte dos 50 itens que mais subiram desde setembro de 2020 é encontrada nesses estabelecimentos.

Embora alguns dos itens que mais subiram tenham influência menor no bolso – como o ‘campeão’ de alta, o pimentão, cujo preço quase dobrou – também estão na lista das maiores altas produtos que pesam nas contas: a gasolina, com alta de quase 40%; o gás de cozinha, que ficou quase 35% mais caro; e as carnes em geral, que subiram até 37%.

Veja abaixo os 50 itens que mais subiram no acumulado em 12 meses até setembro, segundo dados do IBGE:



Fonte: G1